1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

A Polícia Militar de Mineiros (7ª CIPM) está no encalço de dois meliantes que aplicaram um golpe de R$ 4 mil em uma professora. O fato foi registrado em Boletim de Ocorrência (BO) pelos soldados Joel Gomes e José Carlos, nesta terça-feira (15), por volta 12h.

Hoje (16), no Programa Plantão Polícial, o cabo Edmar Andrade nos esclareceu como teria acontecido o roubo. Segundo ele, a professora havia pedido um empréstimo no valor de R$ 4 mil e foi na agência da Caixa Econômica (no centro da cidade) sacar o valor. Retirou o dinheiro e seguiu seu destino.

Quando chegou às proximidades do Mercadão dos Calçados, ela reparou que um homem, o qual estava a sua frente, havia perdido os documentos. Quando ela vai pegar os papeis para devolver ao dono, aparece repentinamente um rapaz. Ambos avisam ao homem sobre os documentos que estavam caídos ao chão. Eles pegam os papeis e entregam ao dono.

O homem, em contrapartida, com muita educação teria dito o seguinte: “Muito obrigado! Vocês acharam meus documentos, mas o importante está aqui dentro no meio deles: um cheque de R$ 19 mil! Se vocês não tivessem achado e me entregado eu poderia ter tido um grande prejuízo caso caísse nas mãos de pessoas erradas. Quero recompensar vocês e dar uma gratificação por isso!”.  Apesar de a moça ter insistido que não precisava, o homem fez questão de presenteá-la e acabou a convencendo a ir receber a tal recompensa. O jovem aceitou sem problemas.

O homem disse para os dois: “Vamos ali em cima, minha mãe tem uma loja de calçados e eu vou falar com ela para lhe presentearem. Eu quero lhes dar um par de calçado”. Até ai, a moça nem desconfiava de nada.  Então eles foram até as proximidades de uma escola, na 4ª Avenida. Chegando lá o homem teria dito: “Esperem aqui um minutinho que eu vou à loja da minha mãe falar com ela e logo retorno”.

Passou um tempo e quando ele retornou logo disse: “Minha mãe ficou muito satisfeita e agradeceu por terem achado os documentos e o cheque. Ela quer presentear vocês com o par de calçado que falei”. Com isso, ele fala para o rapaz: “Você, vai lá primeiro, pega o calçado e volta aqui. Depois a moça vai”. Então o jovem foi lá e voltou com o calçado. O homem então fala para a professora: “Vai lá agora, minha mãe tá te esperando, mas pode deixar sua bolsa aqui”.

Ainda sem suspeitar de nada, ela acaba deixando a bolsa (com a quantia de R$ 4 mil) em posse dos homens e segue até a suposta loja. No meio do caminho ela se lembra do dinheiro e retorna. No entanto, os dois já não estavam mais lá, nem a bolsa e nem o cheiro deles e do cheque.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia

Enquanto assaltavam uma residência e faziam uma família refém no bairro Jardim Itororó, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, três homens foram surpreendidos com a chegada de outros dois ladrões armados que também invadiram a casa com o intuito de roubar. O episódio ocorreu na madrugada desta sexta-feira (11), conforme a Polícia Militar que atendeu a ocorrência.

Segundo a polícia, os assaltantes começaram a brigar por espaço e chegaram a apontar a arma uns para os outros, mas depois resolveram se juntar e participaram do roubo juntos. Eles levaram dois veículos e vários objetos, principalmente eletroeletrônicos. Os carros, sendo um utilitário e outro de passeio, foram localizados pela PM e dois suspeitos, de 20 e 48 anos, foram detidos em uma chácara próximo à comunidade de Praia Grande, em Várzea Grande, e conduzidos à Central de Flagrantes.

O morador de 39 anos relatou, em depoimento à Polícia Civil, que por volta das 22h desta quinta-feira (10) estava na frente de sua casa com a filha recém-nascida quando foi surpreendido por três homens armados que anunciaram o assalto e mandaram que entrasse na residência. Ele contou que minutos antes a mulher dele tinha saído de carro para ir ao mercado e, no momento em que ela voltou, também foi rendida pelos assaltantes.

"Assim que os outros dois entraram na casa foram surpreendidos pelos primeiros e ambos os grupos apontaram armas uns contra os outros e ficaram discutindo. Um deles me disse: pô cara, você está sendo bem vigiado. Nós viemos aqui assaltar você e agora vem mais dois no mesmo dia", disse a vítima, em trecho do depoimento.

Quando percebeu que os suspeitos tinham ido embora, a vítima disse que abriu a porta do banheiro, onde estava trancado, usando uma pinça e, em seguida, pediu ajuda ao irmão que mora em uma casa ao lado. Como um dos veículos possui rastreador, a PM conseguiu localizá-los no bairro Parque Paiaguás, no município.

Os dois suspeitos detidos foram autuados em flagrante por roubo. Os demais suspeitos não foram localizados até a manhã desta sexta-feira (11).

Fonte: G1 Mato Grosso

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia

Uma residência foi furtada nesta quarta-feira (9) na Vila são Sebastião, em Mineiros. Os policiais militares da 7ª CIPM, cabo Márcio Greyk e o soltado Frederico Marcos estiveram na 6ª Avenida averiguando os fatos.

Segundo os militares, o morador havia saído de sua casa por volta das 5h30 e retornado às 19h. Quando chegou, encontrou a porta da sala aberta e seu quarto revirado. Os larápios já haviam furtado cerca de R$ 420, um óculos de marca e uma câmera digital (preta).

De acordo com informações policiais, os suspeitos teriam quebrado o vidro da janela do banheiro para entrar na casa. Já para sair, não encontraram dificuldades. A chave da porta estava na fechadura pelo lado de dentro.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook




K2_PUBLISHED_IN Polícia

De acordo com informações da Polícia Militar (7ª CIPM), cerca de R$ 59 mil teriam desaparecido da agência da Caixa Econômica Federal de Mineiros, no centro da cidade. O fato ocorreu nesta quarta-feira (9), por volta das 15h. Os policiais cabo Agnaldo Alves e os soldados Francisco Macedo e Adjânio Alves foram ao local averiguar o que aconteceu.

Segundo os policiais, ao atenderem a ocorrência, foram informados por um funcionário da agência que ele próprio havia fechado um malote que continha tal valor e deixado próximo aos seus pés, no caixa onde trabalha. Posteriormente, ao sentir falta do malote, procurou o volume e acabou o encontrando jogado no almoxarifado do estabelecimento. O pacote já estava vazio.     

Diante dos fatos, por não se tratar da área de competência da Polícia Militar, o funcionário, junto ao gerente da agência, foram orientados a procurar a Polícia Federal, a quem compete às investigações dentro do estabelecimento Federal. Ainda de acordo com informações policiais, uma das portas que dá acesso ao local (que dá acesso apenas aos funcionários que possui senha específica) estaria com problemas.  Até o momento, o caso não foi esclarecido.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Mineiros

O número de pessoas que pedem a restituição do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) porque tiveram o veículo roubado é considerado baixo: aproximadamente de 15 pessoas por mês em todo o estado, segundo dado da Coordenação do IPVA da Secretaria da Fazenda do Estado de Goiás (Sefaz).

De acordo com o órgão, a baixa procura se deve, principalmente a dois fatores. O primeiro deles é que quando a pessoa faz o boletim de ocorrência na Polícia Civil, o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) e a Sefaz são informados do roubo e o cálculo do imposto é proporcional ao período em que o veículo esteve com o proprietário.

Em outros casos, o contribuinte desconhece esse direito. A jornalista Patrícia Santana comenta que passou por essa situação quando teve o veículo furtado em 2006. “Logo depois que registrei o Termo Circunstanciado de Ocorrência na Polícia Civil, eu procurei o Detran para regularizar a situação do veículo, mas não tinha nenhuma dívida de IPVA ou de DPVAT [Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres] para ser quitada. Então, eu fiquei surpresa, mas é bom quando você não gasta”, comenta.

De acordo com a coordenadora do IPVA da Sefaz, Fernanda César Santiago, o procedimento para quem precisa pedir a restituição ou isenção é simples. “Não precisa ter cópia autenticada de nada. A pessoa só precisar pegar um formulário, preencher e assinar. Qualquer pessoa pode dar entrada ao processo na capital ou no interior [Delegacias Fiscais]. Após um ou dois meses, a restituição é paga”, diz Fernanda.

Desde 1991, o Código Tributário do Estado de Goiás prevê a devolução do dinheiro do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ao proprietário que teve o veículo roubado. Essa lei vale para quem já tiver pago o valor total ou parcial do imposto. No primeiro dia útil do ano seguinte, o contribuinte pode pedir a restituição proporcional.

Capital e interior
Caso o automóvel tenha placa finais 1 ou 2 [o vencimento do IPVA é em abril] e o veículo seja roubado antes do pagamento, o contribuinte vai pagar o valor proporcional pelos três meses de utilização do bem naquele ano. Ou seja, não tem direito à restituição.

Já se um veículo zero quilômetro roubado, é preciso pedir a isenção do imposto no ano seguinte para a Secretaria da Fazenda (Sefaz). Não é necessário pedir a restituição, pois carros e motos novos não pagam IPVA. Nas cidades do interior do estado, o pedido pode ser feito nas Delegacias Fiscais. O valor proporcional é calculado automaticamente, pois quando a vítima tem o veículo roubado e faz o boletim de ocorrência, o sistema já informa o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) e a Sefaz.

Fonte: G1 Goiás

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Estado

A Polícia Militar de Mineiros (7ª CIPM) deteve nesta segunda-feira (27) uma mulher, de 30 anos, e uma menor de idade, de 17 anos, que estavam em posse de uma banana de dinamite no Setor Alvina Paniago. De acordo com a polícia, a apreensão poderá levar a polícia à meliantes envolvidos com as mulheres.

Segundo a 7ª CIPM, há suspeitas de que o explosivo seria usado para explodir caixas eletrônicos em Mineiros, o que assusta a população, já que vários casos semelhantes aconteceram em cidades do sudoeste goiano. (clique aqui e saiba mais)

Ação policial
O trabalho da polícia começou cedo nesta segunda-feira. Por volta das 8h45, funcionários de um posto de combustível foram roubados nas proximidades do Banco do Brasil por dois meliantes, que estavam em uma moto.

Depois que os policiais ficaram sabendo do ocorrido, as investigações começaram. Por volta das 11h, uma informação anônima chegou até a polícia. Dois indivíduos teriam entrado e saído de uma casa no Setor Alvina Paniago de forma suspeita. Ligando uma informação a outra, os policiais constataram que os sujeitos poderiam ser os mesmos do roubo no Banco do Brasil.

Ao chegarem à residência, encontraram a mulher e a menor no local. Ao serem indagadas sobre os indivíduos, elas caíram em contradição em suas declarações e acabaram confessando que eles eram os responsáveis pelo roubo. Nesta casa, os policiais ainda encontraram a dinamite escondida e uma placa de moto roubada, que seria de um cidadão mineirense.

Posteriormente, os militares firam sabendo que os meliantes tinham alugado uma casa no mesmo bairro. A equipe de policiais seguiu para a residência. Ao chegar lá, realizaram buscas dentro da casa e acabaram encontrando uma porção de maconha, roupas que possivelmente foram usadas no roubo e dois capacetes. 

De acordo com o cabo Edmar Andrade, os meliantes ainda não foram pegos, mas a polícia ainda continua no rastro dos delinquentes.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook


K2_PUBLISHED_IN Polícia

Em menos de seis meses, mais de dez roubos a caixas eletrônicos foram registrados no sudoeste de Goiás, afirma a Polícia Civil. Na rota das quadrilhas especializadas nesse tipo de crime, estão os municípios de Maurilândia, Rio Verde, São Simão, Paranaiguara, Acreúna e Itarumã.

Em um dos casos, os ladrões entraram pelo teto de uma agência em Rio Verde e levaram cerca de R$ 13 mil, duas armas e coletes a prova de balas, que eram utilizados pelos seguranças da unidade. Entretanto, em Maurilândia, os criminosos foram surpreendidos pelo polícia enquanto tentavam roubar um banco do município. Durante a ação policial, houve trocas de tiros e dois ladrões morreram e outro foi preso.

Investimento

A Polícia Civil alega que as agências bancárias não investem o quanto deveriam na segurança dos bancos e na prevenção de roubos. De acordo com o delegado Danilo Fabiano Carvalho, existem fragilidades que facilitam ações criminosas nesses locais. “Os bancos investem quase nada na segurança dos clientes e, consequentemente, acabam não colaborando com o trabalho de prevenção e repressão da polícia”, explica.

Enquanto isso, os clientes se sentem desprotegidos. “Fico com medo. Não tem guarda nem nas portas dos bancos”, declara o vigilante Divino Ferreira da Silva. O taxista Adejair Costa de Oliveira também lamenta a situação: “O cliente não tem nenhuma proteção e nem garantia de algum tipo de segurança”.

Medida
De acordo com o vice-presidente de relações institucionais da Associação de Bancos do Estado de Goiás (Asban) , Mário Fernandes Maia Queiroz, os assaltos a caixas eletrônicos são uma questão de segurança pública e, por isso, a entidade está intensificando o trabalho em parceria a Polícia Militar. Além disso, ele salientou que os bancos cumprem a lei federal aplicada a atividade. Porém, em Goiânia, a Asban está discutindo lei municipal que obriga os bancos a colocar guardas em todos os caixas eletrônicos do município.

Fonte: G1 Goiás

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia

A agência dos Correios de Costa Rica (MS) foi furtada no último final de semana. Conforme o boletim de ocorrência, o larápio teria arrombado a porta dos fundos e quebrado os vidros para entrar no local.

O vigia noturno informou ter visto o indivíduo suspeito e forneceu as características à Polícia. Ainda não foi possível saber a quantia furtada.

Rádio Eldorado, com informações do site ocorreionews.com.br

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia

A segurança deve ser reforçada em estabelecimentos comerciais, pois os ladrões estão cada vez mais criativos e audaciosos. Na manhã de ontem (24) a Polícia Militar foi acionada para atender um curioso roubo. Um larápio teria entrado pelo teto de um açougue e roubado alguns objetos.

O crime aconteceu no bairro Iracema, em Jataí. A Casa de Carne Pague Menos foi o alvo do meliante.  Ao realizar patrulhamento nas proximidades, uma equipe de policiais avistou um homem entrando em um matagal, próximo ao Córrego do Açude. Então, eles realizaram uma varredura no local em busca do indivíduo e acabaram encontrando os objetos furtados escondidos no mato.

Ainda no matagal, os policiais encontraram rastros que poderiam ser do suspeito e seguiram a pista, que ia em direção a uma fábrica de farinha, próxima ao mato. Ao chegarem ao local, os policiais encontram o meliante, que ao ser abordado, teria confessado a autoria do furto. Ele estava com diversos machucados devido à fuga inconsequente pelo mato. O ladrão disse que estava sozinho no crime.  

Rádio Eldorado, com informações do site plantaodepoliciajti.com

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

Teto por onde o astuto ladrão teria entrado


K2_PUBLISHED_IN Polícia

Um homem ainda não identificado foi preso na manhã desta terça-feira (24), suspeito de furtar um micro-ônibus. Segundo o delegado Roberto Carlos de Carvalho, ele foi detido depois de passar com o veículo em frente à delegacia, enquanto o proprietário registrava o Boletim de Ocorrência do furto.

O caso aconteceu em Santa Helena de Goiás, a 248 km de Mineiros. De acordo com as primeiras informações da Polícia Civil, o micro-ônibus estaria estacionado quando o suspeito entrou no veículo e fez uma ligação direta. Ele teria dado carona para dois usuários de droga. Eles disseram que o homem estava armado, mas nada foi encontrado.

Na tentativa de fuga, o homem atingiu um carro do Corpo de Bombeiros e o veículo particular de um escrivão da Polícia Civil. Ninguém se feriu.

Procedência

Segundo o delegado, o suspeito estaria na cidade há quatro dias: “Ele está totalmente transtornado. Tudo indica que tem problemas mentais, que ingeriu bebida alcoólica e, provavelmente, tenha feito o uso de drogas”.

Roberto Carlos de Carvalho informou que o homem não portava nenhum documento. Ele diz ser de Campinas (SP), o que será averiguado. O suspeito deve ser autuado por furto e danos materiais. Se a polícia entender necessário, ele também por ser autuado por tentativa de homicídio.

Fonte: G1

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia