1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Suspeito confessa que os atos criminosos foi por represália a PM de Mineiros (GO)

Na madrugada deste sábado (16/09), policiais militares em resposta rápida prenderam três indivíduos suspeitos de incendiar dois micro-ônibus de transporte escolar. Clique aqui e relembre o caso: goo.gl/o3ios9.

De acordo com o major Souza, comandante da 7ª CIPM assim que o Copom foi informado das ações criminosas foi intensificado o patrulhamento e tiveram êxito em efetuar a prisão de três suspeitos – dos quatros – suspeitos de participar do crime.

Diego Garcia de Oliveira (28), vulgo 'Morcegão' que já possui duas passagens por furto de acordo com o Artigo 155 do Código Penal foi o primeiro suspeito detido pela PM. Ele foi detido na Rua 8 com vários materiais utilizados para produzir coquetéis molotov.

O suspeito confessou para PM que ele e mais dois indivíduos – Talarico e Jhony – haviam recebidos drogas de Marcos Vinicius para atear fogo nos dois micro-ônibus. Ele relatou ainda que no momento da abordagem policial estava indo até uma garagem para incendiar mais dois ônibus.

Roniel Arruda Barcelos (26), vulgo 'Talarico' que já possui duas passagens por furto (Art.155), receptação (Art. 180) de acordo com o Artigo 155 do Código Penal e por perturbação do sossego público (Art. 42) da Lei de Contravenções Penais foi detido logo em seguida.

Ele estava na Estação Rodoviária com alguns materiais utilizados nos atos de vandalismo, além de algumas porções de entorpecentes.

Já o terceiro suspeito de participar do sinistro, identificado apenas por Jhony não foi localizado até o presente momento.

Segundo a PM, o mandante do crime por suposta represália a polícia por ter apreendido o seu veículo horas antes também foi preso, sendo Marcos Vinicius Gomes Miranda (19), vulgo 'MV' que já possui uma passagem por porte ilegal de arma de fogo (Art. 12) da lei 10.826/2003 do Estatuto de Desarmamento.

Em virtude dos fatos, todos os suspeitos foram conduzidos para Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais.

Fonte: Rádio Eldorado de Mineiros