1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE
K2_DISPLAYING_ITEMS_BY_TAG 7ª CIPM

O final de semana foi tenso em Mineiros. Segundo informações da Polícia Militar (7ª CIPM), Danilo dos Santos Carneiro, de 28 anos, foi apedrejado na madrugada de sexta para sábado (9), por volta das 3h.


O caso ocorreu em Mineiros, no Setor Costa Nery, na Praça Ernando Freitas Costa, a conhecida “Praça da Bauhaus”. Paulo Cesar Ferreira Costa, de 22 anos, e Weiveth Oliveira da Silva, de 19 anos, (que também se feriu) são os principais suspeitos pela agressão.


Paulo Cesar teria começado uma briga com um rapaz que estava na praça com a namorada. A moça também teria sido namorada de Paulo Cesar no passado. A jovem relatou à polícia que Paulo Cesar ainda não teria aceitado a separação e isso seria um dos motivos da briga.


Durante as discussões, Weiveth teria tomado às dores de Paulo Cesar e arremessado uma pedra, a qual acertou Danilo, outro que também estava na praça e acabou levando a pior. A PM foi ao local junto a uma equipe de resgate do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e outra do Corpo de Bombeiros (6ª CIBM). Paulo Cesar foi conduzido pela PM à Delegacia de Polícia Civil. Já Danilo e Weiveth foram levados para o Hospital Municipal.

 

Clique aqui e veja mais fotos do caso


Uma testemunha ainda informou que Danilo sofreu um traumatismo craniano e teve que ser encaminhado para tratamento médico na cidade de Santa Helena de Goiás. 

 

K2_PUBLISHED_IN Mineiros

"Eficiência" é sem dúvida um dos adjetivos que pode ser usado para classificar o trabalho da Polícia Militar de Mineiros (7ª CIPM). Pode-se dizer que mesmo com a já conhecida carência de pessoal, a corporação consegue fazer seu trabalho com muita eficácia.


E foi com esta eficiência que a PM conseguiu prender quatro suspeitos de realizarem um assalto, no último dia 22, no Posto Boa Vista (Clique aqui relembre o caso). Na ocasião, o frentista Wilson José Soares, de 60 anos, levou um tiro no abdômen quando estava na porta do escritório do estabelecimento. Wilson foi encaminhado com a bala alojada no corpo e em estado grave ao Hospital de Urgências de Santa Helena de Goiás. A família do idoso informou que ele permanece internado.


Ao total, foram dois adultos e dois menores capturados. Em relato à Polícia Militar, Um dos menores teria confessado que atirou apenas para intimidar os frentistas, sem a intenção de acertar. Dois dos acusados davam suporte aos outros dois que praticavam o assalto. Também foram apreendidos em posse dos suspeitos as roupas que provavelmente foram usadas no dia do crime e duas motos utilizadas na 'correria' dos meliantes. A arma que acertou o senhor Wilson não foi encontrada.


Clique aqui e veja mais fotos


Medo
As câmeras de segurança foram instaladas há cerca de um ano, depois de o posto de combustíveis ter sido assaltado. Na ocasião, os criminosos atiraram contra os funcionários que estavam em uma sala. Nas portas, ainda estão as marcas de cinco disparos.


Por causa da violência, os funcionários estão com medo. Um deles, que preferiu não se identificar, afirma que desta vez foi pior porque nos outros assaltos ninguém tinha ficado ferido. “A gente fica com aquele medo, com cuidado, que pode acontecer qualquer hora. Deus que nos livre para não acontecer de novo”, afirma o frentista.


Rádio Eldorado, com informações do G1 Goiás

 

K2_PUBLISHED_IN Mineiros

Segundo informações da Polícia Militar (7ª CIPM), Wellington Moraes Souza, de 31 anos, morreu esfaqueado na noite do último sábado (12). O possível autor seria Jefferson Carlos Fraga, também conhecido como "Jeffinho". O fato ocorreu por volta das 23h30, no Setor Leontino, em Mineiros.

De acordo com o Boletim de Ocorrência da 7ª CIPM, Wellington teria agredido a irmã de Jefferson. Irritado, Jefferson teria entrado em luta corporal com Wellington. Durante a pancadaria, Jefferson acertou quatro golpes de faca em Wellington, nas regiões do pescoço, barriga e costas.

A vítima ainda foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros (6ª CIBM) e encaminhada ao Hospital das Clínicas Drº Neves, mas não resistiu e morreu por volta das 0h. Apos cometer o crime, Jeffinho fugiu do local e está foragido até o momento.

K2_PUBLISHED_IN Mineiros

Uma mulher de 31 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio na tarde desta terça-feira (13), em Mineiros. O crime ocorreu por volta das 14h, na Rua Paulo VI, no Setor Parque São José. Ela teria sido brutalmente esfaqueada pelo seu ex-amasio, um homem de 33 anos. Segundo informações da Polícia Militar (7ª CIPM), o agressor teria dado cinco golpes de faca na vítima.

O Corpo de Bombeiros (6ª CIBM) atendeu prontamente a mulher (por volta das 14h30) e a encaminhou ao Hospital São Lucas em estado grave. “Ela teve perfurações no peito, braço direito e esquerdo e encontrava-se num quadro de extensa hemorragia. Diante das circunstancias, a equipe de resgate prestou os primeiros socorros, tal como a estabilização dos ferimentos. Posteriormente, a vítima foi conduzida à uma unidade hospitalar da cidade”, relatou a 6ª CIBM, em Boletim de Ocorrência.

Atenderam a ocorrência os policiais militares, cabo Bruno e soldado Teixeira. Equipes do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) também realizaram patrulhas nas proximidades no encalço do agressor. No entanto, o acusado não foi encontrado.

Não se sabe ainda o que teria levado o suspeito a esfaquear sua ex. Porém, testemunhas informaram que ambos discutiam incessantemente desde domingo (11), sendo um indício de que o possível agressor e a vítima compartilhavam de sérios problemas conjugais.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Mineiros

A direção do Parque Nacional das Emas, em Mineiros, recebeu denúncias sobre o possível envolvimento de policiais militares na caça predatória de animas da região.

“A gente apurou essa situação, policiais caçando aqui, isso é um agravante porque essas pessoas têm de estar a serviço da lei e não praticando crimes ambientais. Abateram animais com mais de 500 metros de distância, ou seja, estavam com armas fuzis, de grosso calibre, o que nos deixa ainda mais preocupados com uso desse tipo de arma aqui”, relata o diretor do parque Marcos Cunha.

Segundo a direção, ao todo sete animais foram abatidos. Os caçadores retiraram a pele e levaram a carne dos bichos. “Está sendo um verdadeiro massacre, esses animais são únicos, alguns são ameaçados de extinção”, diz Marcos.

Para tentar inibir a ação dos criminosos os fiscais fazem rondas de carro e até mesmo a pé no meio do mato. O desafio é fiscalizar os 132 mil hectares da reserva. Em torno do parque existem várias estradas de terra onde é livre o tráfego de pessoas e carros. O problema é que os animais tem o hábito de sair da reserva para procurar alimentos em outros locais e do lado de fora eles se tornam alvos fáceis. De acordo com as denúncias, os caçadores usam armas de grosso calibre e agem até mesmo durante o dia.

O comando da Polícia Militar da cidade de Mineiros abriu um procedimento interno para investigar o possível envolvimento de policiais.

“A Polícia Militar não coaduna com este tipo de prática, com este tipo de comportamento, uma vez comprovada a participação dos policiais nessas irregularidades e comprovada procedentes essas denúncias eles serão penalizados conforme preconiza a nossa legislação vigente”, afirma o capitão Carlos Ailton de Oliveira, comandante da 7ª CIPM.

A Polícia Federal deve investigar o caso.

Fonte: G1 Goiás

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Mineiros

A direção do Instituto Médico Legal (IML) de Jataí informou que o motivo de não ter tido condição de buscar o corpo do homem que morreu assassinado no Jardim das Perobeiras, em Mineiros, não foi falta de combustível na viatura, e sim um problema mecânico. (Clique aqui e saiba mais detalhes) O fato ocorreu no último domingo (16).  

Leia também:
Caminhoneiro mata homem por drogas no Jardim das Perobeiras


A informação quanto à falta de combustível foi divulgada a partir de um documento oficial, ou seja, o Boletim de Ocorrência da Polícia Militar de Mineiros (7ª CIPM). Veja abaixo a reprodução do documento



Portanto, independente do fato, se foi combustível ou problemas mecânicos, esta mais do que constatado, que uma só viatura não é suficiente para a regional do IML de Jataí, e cabe ao Governo do Estado proporcionar à Polícia Técnico Científica uma melhor estruturação, para que os seus funcionários possam desenvolver de forma mais digna as suas funções.

Rádio Eldorado, com informações do site plantaodepoliciajti.com/Saulo Prado

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia

Um homem foi brutalmente agredido neste domingo (16), no Setor Leontino, em Mineiros. O caso ocorreu por volta das 21h30, na esquina da Rua Matrinchã, com a Avenida Erexim. Ele teria sido violentado após uma discussão por motivo ainda não esclarecido.

De acordo com a Polícia Militar (7ª CIPM), testemunhas teriam informado que Jauder Cardoso Santos, de 27 anos, foi espancado por quatro pessoas. Duas delas são conhecidas como "Betão" e "Mazinho". Ambos os suspeitos não foram localizados.

O Corpo de Bombeiros (6ª CIBM) realizou o pronto-atendimento ao ferido e o encaminhou ao Hospital das Clínicas. Jauder ficou bastante ferido. Em sua cabeça havia um corte profundo, o que provocou uma grande hemorragia. Entramos em contato com a equipe de enfermagem do hospital e uma das enfermeiras nos informou que Jauder já recebeu alta na manhã desta segunda-feira (17)

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia

Um homem de 43 anos foi esfaqueado por sua amasia na madrugada desta quarta-feira (12), por volta das 4h30. O caso ocorreu na Rua Travessa Herondina, no Setor São João, em Mineiros.

Segundo informações da Polícia Militar (7ª CIPM), a jovem de 25 anos teria contado aos policiais que o homem tentou matá-la e, por isso, ela o agrediu. A jovem teria se utilizado de duas facas para ferir o homem no ombro esquerdo.  

No local do crime, os militares acharam ainda vestígios de consumo de cocaína. Os policiais, cabo Bruno e soldado Teixeira, prenderam a jovem e a conduziram à Delegacia de Polícia, junto com as facas usadas no delito.    

Após ser esfaqueado, o homem buscou auxílio em um vizinho, que logo acionou o Corpo de Bombeiros para realizar o pronto-atendimento. Os bombeiros informaram à Rádio Eldorado que conduziram a vítima ao Hospital Samaritano. Chegando lá, a enfermeira plantonista teria explicado aos militares que não havia meios para atender a vítima naquele momento, pois não havia cirurgião no hospital. Com isso, os bombeiros encaminhou o homem ao Hospital São Lucas, onde ficou internado.

A equipe de jornalismo da Rádio Eldorado entrou em contato na tarde de hoje (13) com o Hospital São Lucas, para saber mais detalhes quanto ao estado de saúde da vítima e foi surpreendida com a notícia de que o homem, mesmo ferido, havia fugido do estabelecimento. “Fugiu hoje pela manhã”, informou umas das enfermeiras do hospital. “Os machucados dele não eram graves”, ressaltou a enfermeira.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia

O comerciante Hilário Salvatico e sua esposa Alaci Ragagnin Salvatico, foram sequestrados e mantidos em cárcere privado, nesta quinta-feira (30), em Chapadão do Céu, a cerca de 196 quilômetros de Mineiros. Uma das filhas do casal, uma jovem de 10 anos, também foi levada pelos criminosos. O fato ocorreu por volta das 22h30, na Rua E, Cidade Jardim.  

Segundo informações policiais, uma ligação anônima teria alertado a Polícia Militar (7ª CIPM) de que no interior da garagem do sobrado onde vivem o senhor Hilário e sua família havia uma movimentação estranha de duas pessoas usando capacetes e duas motos paradas em frente ao sobrado do senhor Hilário. A mesma pessoa que efetuou a ligação anônima disse ainda que achou tudo muito estranho e resolveu dar a volta no quarteirão para averiguar direito o que estaria ocorrendo.

Assim que deu a volta, a pessoa acabou se deparando com as motos saindo do local em altíssima velocidade, em direções opostas e com os faróis apagados. Diante dos fatos, os policiais foram à residência verificar o que poderia estar acontecendo. Chegando lá, os policiais encontraram a filha mais velha do casal, uma jovem de 27 anos, já negociando e mantendo contato por telefone com um dos sequestradores.

Segundo a jovem, os meliantes pediam dinheiro para libertar seus familiares e faziam diversas ameaças, dizendo para que a polícia não fosse alertada.  Após a última ligação dos sequestradores à jovem, os policiais verificaram de que havia esgotado todas as hipóteses de negociação ou acordo. A partir daí, os meliantes já não fizeram mais contato.

Força tarefa

Diante da situação, foi organizada uma força tarefa entre policiais militares de Chapadão do Céu para encontrarem as vítimas e os meliantes. A equipe ficou composta pelo tenente Ismael, sargento Saliba e os soldados Hamilton e Roberto, entre outros. Até policiais que estavam de folga participaram da caçada, incluindo o cabo Eurípedes, cabo Denis, soldados Batista e Alady.

O grupo policial realizou patrulhamento em toda a cidade e em estradas vicinais que dão acesso a diversas fazendas. E, durante a procura na GO-302, foi avistado pelos policiais um veículo abandonado, sem ninguém no carro e nas proximidades. Tratava-se de um Ford Fiesta de propriedade da família sequestrada.

Vítimas encontradas

Depois de encontrado o veículo, o patrulhamento foi intensificado na esperança de achar as vítimas. Após diversas buscas, os policiais foram informados através do telefone emergencial, 190, de que o casal e a criança haviam sido encontrados no Setor Quinca. Segundo informações da polícia, as vítimas estavam sujas e aparentemente abatidas. Porém, sem sinais de agressão física.

De acordo com informações das vítimas, elas foram liberadas pelos sequestradores quando eles perceberam a movimentação policial no encalço deles. A polícia não conseguiu capturar os criminosos até o momento.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia

Os Direitos Humanos, objeto de pouco conhecimento e, até mesmo, de desprezo por parte de algumas pessoas, foi o tema da palestra ministrada pelo promotor de justiça Henrique Golin, que representou o Ministério Público no 1º Seminário de Segurança Comunitária. O encontro foi promovido pela Polícia Militar de Mineiros (7ª CIPM), em parceira com a Terceira Seção do Estado-Maior Geral (PM-3).

Leia também:
Polícia Militar promove Seminário de Segurança Comunitária nesta terça (21)


Em entrevista exclusiva à Rádio Eldorado de Mineiros (AM 790), Henrique Golin afirmou que a importância do diálogo com a sociedade em relação ao tema dos Direitos Humanos é inestimável. “A gente vê violações diárias dos Direitos Humanos e percebemos que os aparatos estabelecidos são insuficientes (as polícias, o Ministério Público, a justiça, entre outros). Eles são incapazes de fazer valer todos os direitos que nos cabem. Então, é preciso que a sociedade conheça esses direitos”, destacou o promotor.

Clique aqui e veja as fotos do encerramento do Seminário

Golin afirmou que é preciso que a sociedade se indigne sempre que os direitos humanos forem violados, seja por autoridades constituídas, seja por particulares. “É dever de todos nós observarmos os Direitos Humanos. É importante que a sociedade se mobilize para discuti-los, para melhorá-los, para melhorar os sistemas que tentam tirar os Direitos Humanos do papel, ou de uma mera declaração, para transformar eles em concretude na nossa vida”, avaliou Henrique.

O promotor salientou ainda o quanto foi importante a Polícia Militar levar o tema Direitos Humanos e Polícia para ser explicado no Seminário. “Acho que o passo que a Polícia Militar deu trazendo esse tema para a discussão da comunidade é fundamental, foi muito bom poder participar, na condição de representante do Ministério Público nesse debate, foi muito bom ouvir os anseios da comunidade, até para podermos, dentro daquilo que é possível, direcionar para melhor atender. Lembrando que a Polícia e o Ministério Público estão aqui para servir as pessoas", ressaltou Golin.

Pergunta que não quer calar
Promotor, com o atual panorama da sociedade mineirense (Eleições 2012), há uma necessidade de indignação maior?
Henrique: “Acredito que há necessidade de indignação tanto em Mineiros, como em todo o Brasil, mas temos que começar na casa da gente, ou seja, é em Mineiros que estamos. Então a sugestão à comunidade foi essa: que se indigne. Que busque conhecer os problemas locais, que busque saber o que nossos representantes estão fazendo por estes problemas e principalmente, nos momentos de eleição, busque dar a resposta para isso. Àquele que se importou, que trabalhou, que pretendeu mudar as coisas, ou que já tem um trabalho e agora pretende fazer isso utilizando os cargos públicos para nos representar, que ele tenha chance. Já aquele que não se importa, que não trabalha, aquele que já não tem mais fôlego, que seja a hora de fazermos a mudança que o Brasil precisa”.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook


K2_PUBLISHED_IN Mineiros
Página 1 de 3