1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

MINEIROS | PM prende quatro suspeitos de assalto ao Posto Boa Vista, ocasião em que um frentista foi covardemente alvejado

Por Eduardo Candido 01 Novembro 2013 Publicado em Mineiros
Votao
(4 votos)
Lido 4960 vezes
Adultos suspeitos Adultos suspeitos Sidney Pereira/R. Eldorado

"Eficiência" é sem dúvida um dos adjetivos que pode ser usado para classificar o trabalho da Polícia Militar de Mineiros (7ª CIPM). Pode-se dizer que mesmo com a já conhecida carência de pessoal, a corporação consegue fazer seu trabalho com muita eficácia.


E foi com esta eficiência que a PM conseguiu prender quatro suspeitos de realizarem um assalto, no último dia 22, no Posto Boa Vista (Clique aqui relembre o caso). Na ocasião, o frentista Wilson José Soares, de 60 anos, levou um tiro no abdômen quando estava na porta do escritório do estabelecimento. Wilson foi encaminhado com a bala alojada no corpo e em estado grave ao Hospital de Urgências de Santa Helena de Goiás. A família do idoso informou que ele permanece internado.


Ao total, foram dois adultos e dois menores capturados. Em relato à Polícia Militar, Um dos menores teria confessado que atirou apenas para intimidar os frentistas, sem a intenção de acertar. Dois dos acusados davam suporte aos outros dois que praticavam o assalto. Também foram apreendidos em posse dos suspeitos as roupas que provavelmente foram usadas no dia do crime e duas motos utilizadas na 'correria' dos meliantes. A arma que acertou o senhor Wilson não foi encontrada.


Clique aqui e veja mais fotos


Medo
As câmeras de segurança foram instaladas há cerca de um ano, depois de o posto de combustíveis ter sido assaltado. Na ocasião, os criminosos atiraram contra os funcionários que estavam em uma sala. Nas portas, ainda estão as marcas de cinco disparos.


Por causa da violência, os funcionários estão com medo. Um deles, que preferiu não se identificar, afirma que desta vez foi pior porque nos outros assaltos ninguém tinha ficado ferido. “A gente fica com aquele medo, com cuidado, que pode acontecer qualquer hora. Deus que nos livre para não acontecer de novo”, afirma o frentista.


Rádio Eldorado, com informações do G1 Goiás