1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Comando de Missões Especiais fecha cerco ao crime

Por Eduardo Candido 25 Julho 2012 Publicado em Segurança
Votao
(0 votos)
Lido 3788 vezes
Policiamento em Chapadão do Céu Policiamento em Chapadão do Céu Divulgação

O Governo do Estado intensificou o combate aos grupos que tentam usar o território goiano para a prática de crimes. Por meio do Comando de Missões Especiais (CME) da Polícia Militar, o monitoramento das fronteiras estaduais e interior está sendo reforçado. Os resultados são visíveis. Somente neste ano a unidade apreendeu cerca de duas  toneladas de maconha, R$ 16,5 mil em posse de traficantes, 31 quilos de pasta base de cocaína e 4,8 mil comprimidos de ecstasy.

Também foram apreendidas em operações realizadas neste ano 400.000 carteiras de cigarro ilegais, 50 armas e 550 munições, 250 DVDs e CDs piratas, cerca cinco quilos de dinamite e foi recuperada uma carga de bebidas roubada.

A missão central do CME consiste no planejamento, coordenação, execução e fiscalização de todas as ações de natureza especiais da PM, com foco em missões extraordinárias, com competência e atribuições para atuar em todo o Estado de Goiás. Entre as atribuições está o policiamento de divisas, gerenciamento de crises e negociações, operações especiais, operações aeropoliciais, operações com cães, patrulhamento tático especial, apoio a corregedoria, apoio ao sistema de inteligência da Secretaria de Segurança Pública e Justiça (SSPJ), planejamento, controle e administração de instruções e treinamentos para tropas convencionais.

O Comando de Missões Especiais é integrado por cinco unidades com atuações diferenciadas. A primeira é o Comitê de Gerenciamento de Crises e Negociação é responsável pelo gerenciamento de crises envolvendo ocorrência policiais com reféns decorrentes de crimes flagrantes e atentados de origem terrorista, conflitos agrários, e amotinamento de presos. A segunda unidade é a Companhia Independente de Operações Especiais (Coe), que atua na resolução de incidentes com reféns, contraterrorismo, ocorrências com bombas, proteção de autoridades, combate ao roubo a banco dentre outros.

Há ainda a Unidade de Patrulhamento Aéreo (Graer). Ela é responsável pelo patrulhamento aero policial de todo Estado, com a missão de proporcionar suporte aéreo para as operações policiais e resgate de vitimas de acidentes. A Unidade de Comando de Operações de Recobrimento (Core) é a força reserva estratégica do comando da Polícia Militar para recobrir regiões da capital e interior com efetivo com grandes índices de criminalidade.

Divisas
Integra também o CME a Unidade de Comandos de Policiamento de Divisas (COD), consiste em inovadora e inédita ação governamental  alinhada com o Programa Cidadão Seguro nas Fronteiras. O objetivo é o fortalecimento da segurança pública nas regiões das divisas dos Estados, em especial com os Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, mapeados como principais rotas de entrada da droga que segue para as regiões Sudeste e Nordeste do País.

As ações do COD também visam além da repressão ao tráfico de drogas, o combate incessante ao tráfico de pessoas, descaminho e contrabando, roubo de defensivos agrícolas e ações violentas do grupos denominados de  Novo Cangaço que atuam em cidades mais isoladas visando o roubo aos bancos e outras instituições financeiras.

O Comando de Divisas conta inicialmente com cinco bases fixas instaladas, nos municípios de Aporé, Itajá, Cachoeira Alta, Caçu e Piranhas. Está prevista a instalação de mais 10 unidades circundando todo o Estado. Além desses postos permanentes, ele possui ainda equipes móveis encarregada do patrulhamento rigoroso dessas localidades.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

FAMP
Produção de Spots
camara-em-destaque
Vida Nossa de Cada Dia