1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Lipoaspiração faz a segunda vítima em menos de 40 dias na região

Por Eduardo Candido 23 Julho 2012 Publicado em Região
Votao
(2 votos)
Lido 7530 vezes
Regina Helena Santana e Silva Regina Helena Santana e Silva Jornal Com Texto

Uma cirurgia de lipoaspiração feita em uma clínica de Cuiabá teve um desfecho trágico nesse domingo (22). A vítima foi a ex-funcionária do Hospital Municipal (HM) de Alto Araguaia, a enfermeira Regina Helena Santana e Silva, de 34 anos. Ela morreu em decorrência de complicações pós-operatórias, quando já estava em Alto Araguaia.

Ela havia feito lipoaspiração em uma clínica de Cuiabá e, já de alta hospitalar, viajou para Alto Araguaia, onde moram os familiares de seu esposo e onde tinha muitos amigos. De acordo com o esposo de Regina, o motorista de ambulância Wellington (Canelão), ela começou a passar mal por volta das 16h30, quando foi trazida para o HM. Os procedimentos não foram capazes de reabilitá-la.

A enfermeira morreu entre 18h30 e 19h00, segundo informou o HM. Ela foi velada por algum tempo em Alto Araguaia e em seguida teve o corpo transladado para a Cuiabá, onde seria sepultado na tarde desta segunda-feira (23).

Caso semelhante
No dia 14 de junho, a funcionária da Prefeitura de Santa Rita do Araguaia, Ráila Leal Carvalho, de 27 anos, morreu logo depois de passar pela mesma cirurgia em Jataí. Ela começou a passar mal depois de ter passado por uma lipoaspiração no abdômen. Ela teve duas paradas cardiorrespiratórias seguidas. (Clique aqui e confira mais detalhes)

Lipoaspiração, riscos e complicações
A maioria dos pacientes fica satisfeita com o resultado da lipoaspiração. Porém, como qualquer outro procedimento médico, há riscos envolvidos. Por isso, é importante compreender as limitações e possíveis complicações da cirurgia de lipoaspiração. Antes de a pessoa passar pela lipoaspiração, é importante que esteja ciente dos riscos, e deve compará-los com os benefícios em potencial para tomar sua decisão. Tente evitar ser influenciado por amigos que passaram pela lipoaspiração e médicos o encorajando a realizá-la. Decida-se por si mesmo se está disposto a passar pelos riscos associados à lipoaspiração.

Tome o tempo que achar necessário para decidir se está disposto a aceitar os riscos inerentes à lipoaspiração. Uma vez que a lipoaspiração é geralmente um procedimento estético, e desta forma não necessário em termos médicos, não há razão para pressa. Colha o máximo de informações que puder, de modo que possa tomar uma decisão embasada sobre se a lipoaspiração é adequada para você. Não acredite que complicações “somente ocorrem com outras pessoas”. É importante compreender quais são os riscos e decidir se está disposto a aceitar a possibilidade que eles podem ocorrer com você.

Fonte: site jornalcomtexto.com.br

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook