1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Bombeiros expulsam cabo suspeito de desviar recursos com boletos adulterados, em Catalão (GO)

Por Lucas Silva 06 Julho 2022 Publicado em Região
Votao
(0 votos)

O Corpo de Bombeiros de Goiás (CBMGO) expulsou o cabo suspeito de praticar desvio de R$ 92 mil da corporação, em Catalão. O CBMGO confirmou ao Mais Goiás a expulsão após abertura de procedimento interno para apurar fraude.

 

“A Assessoria de Comunicação, informa que sobre este fato, foi realizado pela Corporação todos os procedimentos administrativos e de apuração dos fatos permitindo a ampla defesa e o contraditório e informamos que se trata de ex-integrante do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás, tendo em vista que, após procedimento administrativo pertinente, o mesmo foi excluído das fileiras da Corporação.”

 

Na última semana, o Ministério Público de Goiás (MPGO) propôs ação civil pública contra esse mesmo militar, por improbidade administrativa. De acordo com a promotora Ariete Cristina Rodrigues Vale, o homem desviava valores que eram destinados ao batalhão em que estava lotado e ainda adulterava boletos.

 

A promotora afirma que o bombeiro alterou a linha digitável de boletos bancários do Fundo Especial Municipal para o Corpo de Bombeiros (Fembom), tornando ele mesmo o beneficiário dos depósitos. As várias situações de ilegalidade foram constatadas por diversas testemunhas ouvidas pelo MPGO.

 

“Ele recebeu valores a que teve acesso e posse, desviando-os para si, na qualidade de responsável pela emissão de boletos no batalhão em que estava lotado”, apontou a 5ª Promotoria de Justiça da comarca.

 

O Mais Goiás tentou, mas não conseguiu contato com o ex-cabo e com a defesa dele. O espaço segue aberto. O portal também ligou na promotoria de Catalão para mais detalhes sobre o processo, mas foi informado que a promotora Ariete estava de férias. O órgão também se recusou a passar a petição inicial.

 

Confira a nota dos Bombeiros na íntegra sobre o ex-cabo de Catalão:

“A Assessoria de Comunicação, informa que sobre este fato, foi realizado pela Corporação todos os procedimentos administrativos e de apuração dos fatos permitindo a ampla defesa e o contraditório e informamos que se trata de ex-integrante do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás, tendo em vista que, após procedimento administrativo pertinente, o mesmo foi excluído das fileiras da Corporação.

 

Ele fraudou o sistema por alguns meses, a justiça foi informada e nós descobrimos pelos nossos sistemas de controle interno. O valor da fraude aproximado foi de 92 mil reais. Administrativamente, ele foi processado e excluído da corporação. Agora o caso está na justiça comum.”

 

Mais Goiás

Instagram Radio EldoradoTwitter Radio Eldorado

 

Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro

Real Pax