1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Juíza arquiva definitivamente processo contra padre Robson na Justiça

Por Lucas Silva 29 Abril 2022 Publicado em Estado
Votao
(0 votos)

A juíza Placidina Pires determinou, nesta quinta-feira (28), o arquivamento definitivo do processo contra o padre Robson que caminhava no Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO). Além disso, mandou apagar arquivos de pendrives, CD’s, DVD’s e HD’s que tinham informações apontadas como provas na denúncia do Ministério Público de Goiás (MP-GO).

 

A decisão da magistrada foi tomada com base em duas situações. Primeiro, no trânsito em julgado da decisão da Primeira Câmara Criminal, de 2020, que foi a primeira ordem de trancamento da investigação. Segundo, o arquivamento do processo no Superior Tribunal de Justiça (STJ), no dia 18 de abril deste ano. A investigação havia sido trancada pelo TJ-GO. O MP recorreu e o caso foi para o STJ. Em Brasília, os ministros deram decisões favoráveis ao padre. Nesta quinta-feira, a juíza levou em consideração o trânsito em julgado. Na prática, significa que já não cabe mais recurso e a acusação não pode recorrer da decisão. O processo está definitivamente arquivado.

 

No processo, padre Robson é acusado de organizar desvios milionários de dinheiro doado por fiéis à Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), que faz a gestão da Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade. A acusação é de que o dinheiro que deveria ser usado na construção do novo templo religioso foi, na verdade, usado pelo padre para comprar fazendas, casas e avião que teriam custado mais de R$ 100 milhões.

 

As suspeitas vieram a público na Operação Vendilhões, que teve início em 2018. Depois, padre Robson foi denunciado pelo MP-GO por organização criminosa, apropriação indébita, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. O padre sempre se disse inocente.

 

Além do arquivamento definitivo do processo, a magistrada Placidina Pires determinou que arquivos do caso sejam apagados. Assim, HD’s e pen drive’s com arquivos sigilosos devem ser formatados e devolvidos aos donos. Além disso, ficou determinada a destruição de CD’s e DVD’s com arquivos sigilosos.

 

Diário do Estado

Instagram Radio EldoradoTwitter Radio Eldorado

 

Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro

Real Pax