1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Aluno é preso suspeito de planejar ataque terrorista em universidade de Jataí

Por Lucas Silva 12 Abril 2022 Publicado em Região
Votao
(0 votos)

Um estudante, que não teve a identidade revelada, foi preso nesta terça-feira (12) suspeito de planejar um ataque terrorista na Universidade Federal de Jataí (UFJ), no sudoeste goiano.

 

A Operação Sicário foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) com objetivo de reprimir a prática dos atos preparatórios de terrorismo. Ao todo, 14 policiais federais cumpriram três mandados de busca e apreensão e um de prisão temporária.

 

De acordo com a PF, as investigações constataram fortes indícios que revelaram a iminência do atentado. Ele inclusive, teria feito ameaças em uma carteira escolar.

 

Além disso, o estudante teria feito postagens com ameaças nas redes sociais. “Se eu tiver vivo, colocarei uma galera na linha”, escreveu.

 

Em nota, a universidade informou que o caso foi descoberto depois de uma denúncia anônima de uma possível conduta irregular de um aluno no fim do mês passado. Diante da suspeita, o caso foi imediatamente comunicado à Polícia Federal.

 

As apurações apontaram que o estudante teria feito graves ameaças contra comunidade universitária e o ataque estava sendo planejado contra colegas universitários e servidores da instituição de ensino.

 

Segundo a PF, o investigado poderá responder pela prática do crime de realização de atos preparatórios de terrorismo, conforme previsto no artigo 5º da Lei n. 13.260/2016, cuja pena pode chegar a 8 anos de reclusão, entre outros crimes que venham a ser elucidados até a conclusão das investigações.

 

Como não teve o nome divulgado, o Dia Online não localizou a defesa do investigado para se manifestar, mas o espaço segue aberto.

 

Íntegra da nota da UFJ

No final do mês de março, a UFJ recebeu a denúncia de uma suposta conduta irregular perpetrada por um discente em desfavor de servidor(es) e alunos da instituição, o que foi comunicado imediatamente à Polícia Federal.

Registra-se, oportunamente, que todas as medidas necessárias e previstas nas normativas institucionais e no Direito Brasileiro estão sendo adotadas, concomitante à investigação policial.

No que concerne à identidade do aluno, neste momento (até a conclusão da investigação policial) entendemos ser necessário preservá-la.

Dia Online

 
Instagram Radio EldoradoTwitter Radio Eldorado

 

Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro

Real Pax