1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

ACM Neto admite que DEM pode apoiar Bolsonaro em 2022

Por Lucas Silva 05 Fevereiro 2021 Publicado em Política
Votação
(0 votos)
Lido 119 vezes

Numa entrevista à repórter Camila Mattoso, da “Folha de S. Paulo” (quarta-feira, 3), publicada sob o título de “‘DEM não vai com extremos em 2022, mas não posso descartar agora estar com Bolsonaro’, diz ACM Neto”, o presidente nacional do Democratas admite que não tem compromisso com o governador de São Paulo, João Doria, e que, dependendo das circunstâncias, pode até apoiar a reeleição de Jair Messias Bolsonaro.

 

O ex-deputado federal e ex-prefeito de Salvador não acredita que o ex-ministro da Justiça e ex-juiz Sergio Moro será candidato. Também não mostrou entusiasmo, ainda que tenha sido lacônico, a respeito de Luciano Huck — que, há quem diga, espera se tornar o novo Faustão da Globo.

 

Instado a responder se Bolsonaro hoje é menos extremista do que nos dois últimos anos, ACM Neto frisa que “o presidente tem pessoas no entorno dele que são mais extremistas do que ele”. De fato, o jogo com o centrão indica que Bolsonaro não é tão radical quanto sua “boca” sugere. O radicalismo excessivo é, quem sabe, um meio para ligá-lo com o eleitorado “radical” que o apoia.

 

Sobre João Doria, do PSDB, ACM Neto postula: “Da mesma forma que lhe afirmo que não temos compromisso com Doria, e nunca tivemos, também devo dizer que jamais nós descartamos essa possibilidade. Não é certo dizer que há compromisso, como não é certo dizer que há veto”. Eis a realpolitik expressada com estrema habilidade. Um caso para a ciência… política.

 

Fonte: Jornal opção