1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

COMO SE DEFENDER DE BOLETOS FALSOS?

Por Lucas Silva 10 Dezembro 2020 Publicado em Brasil
Votação
(0 votos)
Lido 486 vezes

O Banco Central exige que todos os boletos sejam registrados. Então, todos os boletos – inclusive os fraudulentos – precisam passar pelo processo de registro, pois não é possível realizar o pagamento de um boleto que não passou por esse processo.

 

Sempre que você realizar o pagamento do boleto por um canal digital – como internet banking, aplicativo ou caixa eletrônico –, as informações do beneficiário devem ser exibidas na tela. Você deve conferir todos os dados apresentados pelo banco com muito cuidado antes de confirmar o pagamento.

 

Antes do registro obrigatório, era possível reconhecer alguns erros em documentos falsos mal elaborados.

 

Quando um boleto é fraudado, o nome do beneficiário real pode ser diferente do que aparece no documento. Isso pode ajudar a identificar um boleto falso – mas só se você confirmar o beneficiário na hora do pagamento.

 

No seu internet banking ou aplicativo, deve haver uma seção para o Débito Direto Autorizado (DDA). Por meio do DDA, você pode pagar boletos registrados em seu CPF sem nem precisar do código de barra.

 

Essa é a sua maior arma para arma para se defender de boletos falsos. Boletos que não foram registrados em seu CPF não aparecem no DDA, o que evita diversas fraudes.

 

Em outra versão da mesma fraude, o golpista oferece produtos por um preço bem abaixo do mercado em sites de comércio na web e envia um boleto após obter os dados de contato da vítima. O produto nunca será entregue após o pagamento, então tome cuidado!

 

Fonte: G1

Instagram Radio EldoradoTwitter Radio Eldorado