1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Da derrota à queda: o último tempo de Luxemburgo no Palmeiras

Por Antônio Filho 16 Outubro 2020 Publicado em Esportes
Votao
(0 votos)
Lido 61 vezes
Vanderlei Luxemburgo Vanderlei Luxemburgo reprodução/ MSN

O jogo não havia começado.


Luxemburgo comentara com pessoas próximas que se sentia receoso com o trabalho que fazia no Palmeiras.


A falta de respostas o incomodava.


O jogo que viria a acontecer era preponderante pra entender como a mensagem estava sendo assimilada.


A tentativa foi de abrir ao elenco a chance de: "joguem, a oportunidade está dada".


A falta de retorno foi alarmante.


O time fracassava em campo e as alternativas derretiam.


Com a derrota acachapante, em casa, o que era um pensamento foi se traduzindo em ação.


​Ciente de que não havia como seguir, Luxa avisaria de sua saída.


Reconsiderou a opção com a ciência de uma reunião aconteceria mais tarde, com menos calor.


Decidiu, então, esperar.


Sabia que se fosse demitido, carregaria ganhos físicos e morais.


Deixou com que o clube liderasse a queda.


Antes ainda desse momento, o comandante foi à sala de coletivas do Allianz Parque.


A entrevista foi gravada. Seguia-se um protocolo dele, como profissional, e do clube, como cortina de fumaça.


O material seria exibido depois que as coisas fossem esclarecidas sobre o futuro.


A delegação, então, retornou à Academia de Futebol.


Tempo suficiente para que a direção pudesse entender o entorno.


Lideranças de arquibancada e patrocinador master, além do comitê gestor, foram lidos e ouvidos.


Além de tudo, o pós-jogo do torcedor comum, que influenciou, sim, na caneta alviverde.


​Em uma reunião bastante breve, a decisão foi oficializada e Luxemburgo foi comunicado que não continuaria no cargo - algo que ele já havia colocado como posição própria.


Por meios tortos, a decisão se construiu e o treinador deixou o comando do Verdão.


​A construção temporal entre a demissão moral e a oficial foi relacionada ao esfriar de cabeças e a chance de alinhar muitas visões que lideram o clube.


Com todos os lados checados, e com uma pressão insustentável que veio das redes sociais, o trabalho foi interrompido.


Fonte: Lance

 

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado2