1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Pastor abrigou suspeito da morte de Danilo por três meses

Por Antônio Filho 01 Agosto 2020 Publicado em Polícia
Votao
(0 votos)
Lido 93 vezes
Reprodução Reprodução Reprodução/Maisgoias


“Não sabia que estava colocando um monstro dentro de casa”, foram as palavras do pastor que abrigou Hian Alves de Oliveira, um dos suspeitos de assassinar o menino Danilo.


O homem de 18 anos que é servente de pedreiro confessou ter participado do assassinato.


Em reportagem da Record, o pastor Fabiano Silva disse que não dava dinheiro para Hian, somente alimentação.


Ele chorou ao dizer que o enteado teve contato com o suspeito.


Sem saber da participação de Hian no crime, o pastor ajudou a polícia no decorrer da investigação.


Ele levou os agentes, inclusive, em locais onde Danilo poderia estar.


Os suspeitos Reginaldo Lima Santos, que era padrasto do menino, e Hian Alves de Oliveira, serão acusados de homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver.


Eles já têm passagem pela polícia por violência.


Hian confessou disse que participou do crime, porque Reginaldo prometeu uma moto pela ajuda.


Reginaldo teria assassinado Danilo por não suportar a convivência com o menino.


O padrasto nega o envolvimento.


Fonte: Mais Goias (com adaptações)

 

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado2