1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Falta de trabalhador qualificado afeta metade das indústrias no país

Por Antônio Filho 11 Fevereiro 2020 Publicado em Brasil
Votao
(0 votos)
Lido 272 vezes
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa Reprodução

A queda do desemprego, que afetava 11,6 milhões de trabalhadores em todo o país no fim de 2019, encontra uma barreira na formação média do trabalhador.


Cinco em cada dez indústrias brasileiras têm dificuldade em contratar por causa da falta de trabalhador qualificado.


A vaga existe, mas, muitas vezes, a empresa não consegue preenchê-la.


É o que revela pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada hoje (11).


Intitulada Sondagem Especial – Falta de Trabalhador Qualificado, o estudo mostra que a escassez de mão de obra qualificada afeta principalmente a indústria de biocombustíveis, onde 70% das empresas dizem ter dificuldades com a qualificação dos trabalhadores.


Em seguida vêm as indústrias de móveis (64%), de vestuário e de produtos de borracha (empatadas com 62%), têxtil e de máquinas de equipamentos (60% cada).


Segundo a pesquisa, a função com maior carência de trabalhador qualificado é a de operador, que afeta 96% das empresas que relataram o problema.


A lista segue com empregados de nível técnico, que atinge 90% das indústrias que enfrentam a falta de empregados com a formação adequada.


Também há escassez de qualificação nas áreas de venda e marketing (82%), administrativa (81%), engenharia (77%), gerencial (75%) e pesquisa e desenvolvimento (74%).

 

Rádio Eldorado / com informações da Agência Brasil

 

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado2