1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

MINEIROS | Lucely Morais Pio liderança da Comunidade Quilombola do Cedro representa Brasil na COP 25, em Madri

Por Marcelo Justo 03 Dezembro 2019 Publicado em Mineiros
Votao
(0 votos)
COP25, em Madrid COP25, em Madrid Reprodução

A liderança da Comunidade Quilombola do Cedro de Mineiros (GO), representante da Articulação Pacari de Plantas Medicinais do Cerrado, Lucely Morais Pio, que ocupa o cargo de coordenadora do Comitê Gestor Nacional (CGN) do DGM Brasil juntamente com a representante indígena Anália Tuxá estão participando da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, COP 25, em Madrid, na Espanha.


A cúpula do clima, COP 25, que teve inicio nesta segunda-feira (02/12), é idealizada pela Organização das Nações Unidas (ONU).


Líderes mundiais enfrentam crescente pressão, especialmente de jovens em todo o mundo, para provar que podem evitar os impactos mais catastróficos do aquecimento global.


Participam representantes de quase 200 países, totalizando quase 29 mil pessoas.


O evento, que ocorre de 02 a 13 de dezembro, adotou o slogan "Hora da Ação" (Time for Action).


Desde 2015, quando foi assinado um grande acordo climático global, o Acordo de Paris, as conferências do clima anuais têm se dedicado a como colocá-lo em prática.

 

O que é o DGM Brasil?
O DGM Brasil é um fundo de apoio aos Povos do Cerrado (indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais), com duração mínima de 5 anos, que funcionará apoiando e financiando projetos destinados à conservação dos recursos naturais do bioma Cerrado, promovendo, ainda, ações de mitigação e adaptação às mudanças climáticas.


Estes projetos são, obrigatoriamente, executados por organizações de apoio e/ou assessoria aos Povos do Cerrado, destacando o protagonismo destes na condução das atividades.


O DGM Brasil faz parte do Programa DGM Global, que significa "Mecanismo de Doação Dedicado a Povos Indígenas e Comunidades Locais".


Este mecanismo é uma iniciativa integrante do Fundo de Investimento Florestal (FIP), e apoia a efetiva participação dos povos e comunidades na redução do desmatamento e degradação florestal.


No Brasil, o DGM é executado pelo Centro de Agricultura Alternativa do Norte de Minas (CAA/NM), e dirigido pelo Comitê Gestor Nacional, que conta com representantes dos Povos do Cerrado e integrantes do Governo Federal.

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado2

Galeria de imagem