1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

MINEIROS | CPE prende homem suspeito de ser o “mentor” da morte do taxista

Por Marcelo Justo 11 Janeiro 2019 Publicado em Mineiros
Votao
(0 votos)
André Felipe, 21 anos André Felipe, 21 anos Divulgação/CPE

Na tarde desta sexta-feira (11/01), policiais militares da Companhia de Policiamento Especializado (CPE) conseguiram prender o terceiro e último suspeito de participação na morte do taxista José Augusto Reinaldo de Moura (clique aqui e relembre o caso).


André Felipe Nunes dos Santos (21), estava escondido em uma residência no Setor Alcira de Rezende, em Mineiros (GO)


“Nós recebemos informações sobre dois endereços cujo o suspeito poderia estar escondido. Nossa equipe composta por mim, sargento Macedo e os cabos Adjânio, Oliveira e Polizzel se dividimos em duas. Desta forma, dois policiais foram em um endereço e outros dois em outro. No primeiro endereço, sendo o da esposa do suspeito – que já tem passagens por homicídio – durante busca domiciliar o mesmo não foi encontrado, porém, no local foi apreendido um kg de maconha; várias porções de crack, além de uma réplica idêntica de uma arma de fogo verdadeira, tendo como exceção a incapacidade de realizar disparos, conhecida popularmente por simulacro. Durante as diligências no outro endereço, que se apresentou como proprietária uma mulher, conseguimos localizar o suspeito, identificado como André Felipe Nunes dos Santos, que no momento da abordagem, tentou enganar a equipe apresentando um documento falso, mas, como ele já havia sido identificado, foi preso. Durante busca domiciliar na casa que o suspeito estava escondido, foram apreendidos 400 gramas de maconha. Uma arma de fogo; tipo garrucha também foi apreendida durante as buscas pelo suspeito. Os ilícitos e os envolvidos foram conduzidos para Delegacia de Polícia Civil para as providências cabíveis”, revelou sargento Macedo.


Além do suspeito, outras três pessoas, sendo duas mulheres e um homem foram detidos – que não tem ligação com a morte da vítima – mas, foram autuados por outros crimes, sendo a esposa de André Felipe, presa por tráfico de drogas e posse de simulacro; a mulher aonde ele estava escondido, presa por tráfico de drogas e por acolher e ocultar foragido da Justiça, além de um homem que estava de posse de várias porções de crack e foi abordado ao chegar em uma das casas durante as diligencias, sendo detido também por tráfico de drogas.


Na quinta-feira (10), a Polícia Civil (PC) apresentou dois adolescentes, sendo um de 15 e outro de 16 anos, suspeitos de participação na morte do taxista.


Na ocasião, o agente de polícia Franklin Jardel, revelou que uma terceira pessoa, sendo um homem maior de idade, apontado como sendo o “mentor” do latrocínio e o “executor” da vítima não tinha sido localizado (clique aqui e relembre o caso).

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado1

 

Galeria de imagem