1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Após vitória, Bolsonaro afirma que seu governo "trabalhará verdadeiramente para todos os brasileiros"

Por Marcelo Justo 30 Outubro 2018 Publicado em Política
Votao
(0 votos)
Jair Bolsonaro (PSL) Jair Bolsonaro (PSL) Reprodução

Após 73 dias de campanha eleitoral e dois turnos de eleição, os brasileiros escolheram Jair Bolsonaro como presidente do país.


Com mais de 55% da preferência dos eleitores, o equivalente a mais de 57 milhões de votos, o capitão reformado do Exército derrotou o petista Fernando Haddad e vai governar o país pelos próximos quatro anos.


O candidato do PSL assume o poder a partir de 1º de janeiro de 2019. Bolsonaro foi matematicamente eleito com 94,44% das seções apuradas, às 19h19.


Nas redes sociais, em sua primeira fala ao povo brasileiro após a confirmação da vitória, Bolsonaro afirmou que já era hora de "mudar o destino do país".


Em outro trecho, disse que "sabia para onde estava indo" e que "agora sabemos para onde ir". Ao fim da transmissão de pouco mais de três minutos, o militar enfatizou que "missão não se escolhe nem se discute, se cumpre".


Em rede nacional, Bolsonaro fez um discurso em tom de conciliação e agradeceu às equipes médicas que o atenderam após ter sido esfaqueado em um ato de campanha.


O militar disse que seu governo será “defensor da Constituição, da democracia e da liberdade”.


Ressaltou ainda que a “liberdade é um princípio fundamental” e que sempre teve “convicção de que poderia mudar os rumos da nação brasileira”.


“É com essa mesma convicção que afirmo: oferecemos a vocês um governo decente, que trabalhará verdadeiramente para todos os brasileiros. Somos um grande país e agora vamos juntos transformar esse país em uma grande nação, uma nação livre, democrática e próspera”.


Após reconhecer a derrota, Fernando Haddad (PT) discursou para militantes e disse que “é preciso respeitar a vontade da maioria que quer um outro projeto de Brasil”.


Durante fala de pouco mais de nove minutos, o petista não fez nenhuma menção direta à Jair Bolsonaro, nem o parabenizou pela vitória.


Por meio das redes sociais e do WhatsApp, o militar manteve a mesma postura conservadora da campanha, defendeu o liberalismo econômico e voltou a falar contra a corrupção brasileira, uma de suas bandeiras mais fortes durante a disputa.


Após quatro vitórias consecutivas do PT em eleições presidenciais, em 2002, 2006, 2010 e 2014, o novo presidente eleito se apresenta como um político de direita.


Vitorioso na primeira vez em que se candidatou a presidente, Bolsonaro sucederá Michel Temer (MDB), vice de Dilma Rousseff (PT) que assumiu o governo em 2016 devido ao impeachment da petista. Ouça áudio abaixo.


Rádio Eldorado, com informações da Agência do Rádio

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado1

Mídia