1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Mais de 46 mil trabalhadores têm novo prazo para sacar Abono 2016, em Goiás

Por Marcelo Justo 31 Julho 2018 Publicado em Economia
Votao
(0 votos)
Lido 134 vezes
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa Reprodução

Mais de 46 mil trabalhadores que não sacaram o Abono Salarial ano-base 2016 têm nova oportunidade em Goiás.


A reabertura do prazo foi autorizada em resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat).


O prazo, que terminou em 29 de junho, foi reaberto em 26 de julho, e os trabalhadores terão até 30 de dezembro para retirar o dinheiro.


O pagamento do benefício referente a 2017 também começará a ser pago no dia 26 de julho.


O valor do Abono Salarial 2016 disponível para os trabalhadores de Goiás é o segundo maior do Centro-Oeste e chega a R$ 33.290.039,00.


Na região, o benefício poderá ser retirado por mais de 243,8 mil trabalhadores, totalizando R$ 178.475.614,97.


Nacional
No total, em todo o Brasil, são quase dois milhões de trabalhadores que não sacaram o benefício, o que corresponde a 7,97% do total de pessoas com direito ao recurso. O valor ainda disponível chega a R$ 1,44 bilhão.


Este é o terceiro ano consecutivo em que ocorre prorrogação – no ano passado, essa mesma medida foi tomada.


A reabertura do prazo atende um pedido dos representantes dos trabalhadores no Codefat.


O valor que cada trabalhador tem para sacar depende de quanto tempo ele trabalhou formalmente em 2016.


Quem trabalhou o ano todo recebe o valor cheio, que equivale a um salário mínimo (RS 954). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é R$ 80.


Direito
Tem direito ao abono salarial ano-base 2016 quem estava inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos; trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2016 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos; e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).


Os trabalhadores da iniciativa privada devem procurar a Caixa. A consulta pode ser feita pessoalmente, pela internet ou no telefone 0800-726-02-07.


Para os servidores públicos, a referência é o Banco do Brasil, que também fornece informações pessoalmente, pela internet e pelo telefone 0800-729-00-01.


Fonte: Mais Goiás (com adaptações)

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado1