1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

PORTELÂNDIA | Município está entre as cinco cidades que estão em alerta para poliomielite

Por Marcelo Justo 11 Julho 2018 Publicado em Região
Votao
(0 votos)
Lido 243 vezes
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa Reprodução

Baliza, Ouro Verde, Moiporá, Novo Planalto e Portelândia são as cinco cidades de Goiás que estão entre os 312 municípios em alerta para poliomielite, segundo levantamento do Ministério da Saúde.


A doença está erradicada no Brasil desde 1990 e o último caso em Goiás foi registrado em 1989.


No entanto, o baixo índice de imunização preocupa as autoridades do setor, já que a doença, que pode ser mortal, pode voltar a circular no país.


Conhecida popularmente como “paralisia infantil”, a única forma de prevenção da doença é através da vacina.


O Ministério da Saúde alertou que, nas cidades citadas, não há número suficiente de pessoas imunizadas contra a doença.


O recomendado é que 95% da população de cada cidade esteja devidamente vacinada.


Em Goiás, o município de Baliza é o que tem a menor cobertura entre as cidades goianas com apenas 12% das crianças com menos de 1 ano imunizadas contra a doença.


Em abril deste ano, a Organização Mundial de Saúde (OMS) notificou surtos da doença na Venezuela, onde 142 pessoas já morreram da doença desde 2016.


No Brasil, seis casos suspeitos foram relatados neste ano e aguardam confirmação.


A doença pode causar paralisia, que começa de forma repentina, e pode afetar desde só as pernas, até o corpo inteiro, comprometendo até a respiração. Segundo o MS, a contaminação ocorre por contato “fecal-oral (mais frequentemente), por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores, ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções da orofaringe (ao falar, tossir ou espirrar)”.


Imunização
A vacina inativada contra poliomielite (VIP) é recomendada para crianças aos 2, 4 e 6 meses de vida.


Em seguida, elas devem receber dois reforços via oral (VOP - conhecida como “gotinha”): aos 15 meses e aos 4 anos de vida.


Conforme o Ministério da Saúde, “pessoas acima de 5 anos de anos não precisam se vacinar contra pólio”.


A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), no entanto, afirmou que, mesmo fora da faixa etária recomendada, que até os 5 anos de idade, aqueles que não são imunizados “devem procurar uma unidade de saúde e se vacinar”.


Pessoas que já são “vacinadas e com registro no cartão de vacinação estão protegidas”.


Leia também:
Crianças precisam ser vacinadas contra a Poliomielite


Fonte: G1 Goiás (com adaptações)

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado1