1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Vacinação contra febre aftosa e raiva animal é prorrogada em Goiás após greve de caminhoneiros

Por Marcelo Justo 01 Junho 2018 Publicado em Estado
Votao
(0 votos)
Lido 191 vezes
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa Reprodução

A campanha de vacinação contra a febre aftosa e raiva animal, que se encerraria nesta quinta-feira (31/05), foi prorrogada até o próximo dia 15 de junho, em Goiás.


De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SED), a greve dos caminhoneiros afetou a logística de distribuição das doses e o deslocamento dos pecuaristas.


Conforme dados divulgados pelo órgão, mais de 28% do rebanho de Goiás não havia sido imunizado até a manhã de quarta-feira (30).


A Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) tem como meta a imunização total dos animais, o que representa mais de 23 milhões de bichos.


A vacina contra a febre aftosa é obrigatória para todos os animais bovinos e bubalinos do estado.

Já a imunização contra a raiva animal é realizada também em equídeos, caprinos e ovinos de todas as idades, em 121 cidades goianas.


O último foco de febre aftosa em Goiás foi registrado há mais de 20 anos, em 1995, em Santa Bárbara de Goiás.


O estado é considerado Zona Livre de Febre Aftosa com Prática de Vacinação, com reconhecimento pela Organização Internacional de Epizootias (OIE).


Prazos
Além de adiar o prazo final da campanha para o dia 15 de junho, a portaria da Agrodefesa, publicada na quarta (30), estabeleceu como período para declaração de rebanho e vacinação junto ao órgão até o dia 22 de junho deste ano, pela internet.


Para fazer a declaração de vacinação, clique aqui.


Leia também:
Governo de Goiás reduz base de cálculo do ICMS para gasolina, etanol e gás de cozinha


Fonte: G1 Goiás (com adaptações)

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado1