1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Operação da PF desarticula quadrilha de hackers que fraudava contas bancárias em Goiás

Por Marcelo Justo 21 Março 2018 Publicado em Polícia
Votao
(0 votos)
Lido 325 vezes
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa Reprodução/Mais Goiás

Na manhã desta quarta-feira (21/03) foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) a 'Operação Código Reverso' em Goiás, Tocantins, São Paulo e Pernambuco.


O objetivo é a desarticulação de uma quadrilha especializada em fraudes bancárias pela internet.


Segundo a PF, com a investigação foi possível chegar a um grupo de hackers que tinha conexões internacionais, principalmente com cibernéticos do leste europeu.


O grupo utilizava programas maliciosos para acessar contas e informações sobre pagamentos, transferências e compras pelo ambiente virtual. A quadrilha burlava os sistemas de segurança do banco e causou, em nove meses, um prejuízo de R$ 10 mi.


Os integrantes apresentavam um alto padrão de vida e utilizavam de diversas empresas de fachada para movimentar e ocultar os valores obtidos pela atividade criminosa, o que configura lavagem de dinheiro. Eles também investiam grande parte do dinheiro em moedas virtuais bitcoin.


Além dos presos, diversas pessoas serão intimadas para depor por participação nas fraudes, inclusive empresários que procuravam os criminosos com finalidade de obter vantagem competitiva no mercado e prejudicar a livre concorrência.


Na operação, mais de 100 policiais federais cumpriram 43 mandados judiciais: sete de prisão preventiva, um de prisão temporária, 11 mandados de intimação e 24 de busca e apreensão.


Bens como móveis, imóveis e bloqueio de contas também foram requeridos.


Fonte: Mais Goiás (com adaptações)

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado1