1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Ex-diretor da BRF é preso na operação Carne Fraca

Por Marcelo Justo 06 Março 2018 Publicado em Polícia
Votao
(0 votos)
PF PF Reprodução

Durante ações da 3ª fase da Operação Carne Fraca, deflagrada nesta segunda-feira (05/03), a Polícia Federal (PF) cumpre 91 ordens judiciais no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás e São Paulo.


Algumas pessoas foram presas temporariamente, entre elas, o ex-diretor-presidente global da BRF Brasil Foods, Pedro de Andrade Faria.


A empresa é uma das maiores companhias de alimentos do mundo, com mais de 30 marcas em seu portfólio, como Sadia e Perdigão.


Outras pessoas ligadas à empresa também foram detidas. O ex-vice-presidente Hélio Rubens Mendes dos Santos Júnior e o gerente jurídico Luciano Bauer Wienke estão entre os nomes.


Denominada Trapaça, essa fase da operação pretende cumprir 11 mandados de prisão temporária, 27 de condução coercitiva e 53 de busca e apreensão.


O nome da operação é uma referência ao sistema de fraudes operadas por um “grupo empresarial do ramo alimentício e por laboratórios de análises de alimentos a ele vinculados”.


Por meio de nota, a PF informou que cinco laboratórios credenciados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e setores de análises da BRF “fraudavam resultados de exames em amostras de processo industrial”.


Cerca de 270 policiais federais e 21 auditores fiscais federais agropecuários participam das ações nesta fase da operação. Ouça áudio abaixo.


Rádio Eldorado, com informações da Agência do Rádio

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado1

Mídia