1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Goiás alcança novo superávit na balança comercial em junho

Por Marcelo Justo 13 Julho 2017 Publicado em Economia
Votao
(0 votos)
Lido 212 vezes
Soja Soja Jonas Oliveira/ ANPr

Pelo 42º mês consecutivo, a balança comercial de Goiás manteve-se superavitária, com saldo de US$ 310,6 milhões, tendo exportado 294 produtos para 106 destinos, totalizando US$ 598 milhões em produtos exportados e US$ 287,3 milhões em importações.


O destaque entre os compradores dos produtos goianos, mais uma vez, foi a China, que adquiriu os seguintes itens: complexo soja, carnes, ferroligas, couros e derivados, totalizando 38,43% dos produtos comercializados pelo Estado.


A Índia ocupou o segundo lugar no ranking dos países de destino, seguida por Holanda (Países Baixos). Os produtos goianos alcançaram maiores mercados também na Rússia, Estados Unidos, Irã, Hong Kong, Reino Unido, Tailândia e Coreia do Sul.


O complexo soja foi o produto mais exportado em junho, representando 50,56% do total e, em relação a junho de 2016, apresentou um crescimento de 3,22%. A exportação de carnes ocupou o segundo lugar no ranking dos produtos exportados, com 16,14% do total, com destaque para as carnes suínas, que tiveram um crescimento de 15,44% em relação ao ano anterior.


O secretário de Desenvolvimento, Francisco Pontes, destacou o crescimento das exportações de açúcar, que ocupou o terceiro lugar no ranking dos produtos, com participação de US$ 50,4 milhões, representando um aumento de 57% em relação ao mesmo período do ano passado.


“Este é um reflexo das missões comerciais internacionais que temos empreendido”, avaliou. Segundo Ponte, o objetivo é diversificar os produtos exportados e os países destinos.


A previsão é a balança comercial de Goiás alcance um superávit de US$ 7 bilhões até o final do ano, segundo o superintendente Executivo de Comércio Exterior da SED, Bill O’Dwyer.


“Neste primeiro semestre obtivemos nas exportações um acumulado de US$ 3,4 bilhões e o saldo comercial neste semestre já acumulou um superávit de quase US$ 2 bilhões, baseado nestes dados temos boas expectativas para o próximo semestre”, analisou O’Dwyer.


Importações
Francisco Pontes, titular da SED, também ressaltou crescimento das importações com relação ao primeiro semestre. “O crescimento de 23,95% das importações demonstra o aquecimento da nossa economia, o que é uma boa notícia para Goiás”, frisou. As importações no período de janeiro a junho deste ano totalizaram US$ 1,6 bilhões.


O total das importações de junho somou US$ 287,3 milhões em Goiás, resultando na aquisição de 1.310 produtos provenientes de 62 países. Produtos farmacêuticos novamente lideraram as importações no Estado, com US$ 83,4 milhões, totalizando 29% dos produtos adquiridos, ou 19,72% a mais que as importações desses produtos no mesmo período do ano anterior. Adubos e fertilizantes aparecem em segundo lugar no ranking de produtos importados, representando 22,95%, totalizando US$ 65,9 milhões.


Em terceiro lugar, destacaram-se os veículos e suas partes, que responderam por 11,18% das importações. Seguem, na sequência, reatores nucleares, caldeiras, máquinas e aparelhos mecânicos (9,94%); produtos químicos orgânicos com 6,43% e instrumentos e aparelhos de óptica com 3,26%, entre outros.


Ocupando lugar de destaque no ranking dos países de origem das importações, os Estados Unidos disponibilizaram US$ 46 milhões em produtos vendidos para Goiás, representando 16% do valor total. Seguem, ainda, Alemanha (14,26%), Coreia do Sul (13,13%), Rússia (7,04%), Japão (5,99%), Suíça (4,54%), Canadá (4,48%), China (4,08%), Índia (3,38%) e Argentina (2,67%).


Fonte: Goiás Agora (com adaptações)

000 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado

Vida Nossa de Cada Dia
Produção de Spots