1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Safra de grãos deve chegar a 237 milhões de toneladas, em Goiás

Por Marcelo Justo 12 Julho 2017 Publicado em Agricultura
Votao
(0 votos)
Lido 390 vezes
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa Reprodução

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou nesta terça-feira (11/07), o 10º Levantamento da safra de grãos.


O novo diagnóstico amplia a produção total na atual safra brasileira, que segundo a entidade deverá chegar aos 237,2 milhões de toneladas, alta de 27,1% em relação à anterior. Isso representa um acréscimo de 50 milhões de toneladas, com grande destaque para o crescimento da produção de milho e soja, principais produtos da agricultura nacional.


Segundo o consultor técnico da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag), Cristiano Palavro, como o clima foi bastante favorável durante o desenvolvimento das lavouras em praticamente todo o país, as principais culturas conseguiram significativos incrementos de produtividade.


Na área plantada, o crescimento nesta safra foi de 3,9%, chegando aos 60,6 milhões de hectares cultivados, destaque para o aumento da área total de milho safrinha (+12,3%), sorgo (+10,8%), feijão total (+10,0%) e girassol (+21,0%).


Ele explica que a soja teve sua produção praticamente mantida em relação ao levantamento anterior, com 113,9 milhões de toneladas produzidas, aumento de 19,4% em relação à safra anterior. Já para o milho a Conab segue ampliando a expectativa de oferta, com produção total estimada agora em 96,0 milhões de toneladas, crescimento de 44,3% em comparação com 2016. Deste total, 65,6 milhões de toneladas de milho serão oriundas da safrinha, que está sendo colhida neste momento nas principais regiões brasileiras.


Entre as demais culturas produzidas no país destaque para o crescimento da produção total de Feijão (+33,9%), Arroz (+16,2%), Algodão (+15,2%), Sorgo (+81,3%), Girassol (+46,9%) e Amendoim (+15,0%). Apenas os estados do Acre e do Espírito Santo apresentaram reduções na produção total deste ano, de -14,9% e -3,9%, respectivamente. Já entre os maiores produtores, destaque para o crescimento na produção do Mato Grosso (+33,8%), Paraná (+17,3%), Rio Grande do Sul (+10,2%), Goiás (+25,2%), Mato Grosso do Sul (+33,8%) e Minas Gerais (+21,2%).


Conab Goiás
De acordo com Cristiano, este novo levantamento não trouxe grandes alterações nas expectativas da produção de grãos em Goiás, mantendo a projeção de 21,9 milhões de toneladas. Este volume representa um crescimento de 25,2% em relação à safra passada, fruto de um elevado incremento da produtividade média das culturas (+24,9%) e de um leve aumento na área plantada no estado (+0,2%).


O consultor explica que na safra de verão o resultado foi bastante positivo para a soja e para o milho 1ª Safra, propiciado pela chegada precoce das chuvas no início da janela de plantio e uma boa distribuição até os meses de colheita. “A soja alcançou produção total de 10,8 milhões de toneladas nesta safra, alta de +5,6% em relação à 2016. Já no milho verão o crescimento foi de 8,2%, com produção total de 2,08 milhões de toneladas”, ressalta.


Para a safrinha as expectativas da Conab são ainda mais positivas, com boa recuperação da produção em relação as perdas registradas no ano passado. No milho safrinha a produção esperada é de 7,71 milhões de toneladas, alta de 71,1% em relação à 2016. O sorgo também obteve forte crescimento nesta safra, tanto na área plantada (+14,5%) como na produtividade (+105,9%), resultando numa produção total de 805,4 mil toneladas, aumento de 135% em relação à safra anterior.


Para as demais culturas produzidas em Goiás, a Conab estima elevação na produção de girassol (+54,3%), feijão total (+5,9%), arroz (+7,8%) e algodão (+19,3%).


Fonte: Faeg e Ifag, com informações da Conab

000 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado