1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Vazio sanitário da soja começa no dia 15 de junho em Mato Grosso do Sul

Por Marcelo Justo 12 Junho 2017 Publicado em Agricultura
Votao
(0 votos)
Lido 258 vezes
Soja Soja Reprodução

Começa nesta quinta-feira (15/06), e vai até 15 de setembro, o vazio sanitário da soja em Mato Grosso do Sul.


Neste período, a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), proíbe o cultivo do grão, como forma de prevenir a disseminação de uma das principais doenças a atacar a oleaginosa, a ferrugem asiática.


Segundo dados do Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a soja é o principal produto do setor no estado. Sozinha, a oleaginosa representou 29,54% do VBP do estado em abril deste ano, representando R$ 8,541 bilhões de um total de R$ 28,907 bilhões de todo o segmento, que engloba ainda outras culturas e a pecuária.


O VBP é um indicador da atividade calculado com base nos volumes de produção e preços médios da agricultura e pecuária do estado.


Segundo dados do Consórcio Antiferrugem, uma parceria público-privada que atua no combate a ferrugem asiática, no ciclo recém encerrado (2016/2017), o estado registrou 64 casos da doença, o que representa uma redução de 4,48% frente aos 67 da temporada anterior (2015/2016).


Por um período de 90 dias os produtores não poderão cultivar o grão no estado e ainda deverão eliminar todas as plantas voluntárias, conhecidas como guaxas ou tigueras, nas propriedades, seja por meio de processos mecânicos ou químicos.


O descumprimento das normas do vazio, de acordo com a legislação estadual, pode implicar em autuação da Iagro e multa de até mil unidades fiscais estaduais de referência (Uferms), que com a cotação de junho em R$ 24,66, pode representar até R$ 24.660.


Fonte: G1 MS (com adaptações)

000 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado

FAMP
Produção de Spots
camara-em-destaque
Vida Nossa de Cada Dia