1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Cresce número de pessoas que dirigem após consumir álcool, diz governo

Por Marcelo Justo 18 Abril 2017 Publicado em Saúde
Votao
(0 votos)
Lido 320 vezes
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa Agência Brasil

Depois de um breve período de queda, a associação entre álcool e direção voltou a aumentar no País.


Pesquisa feita por telefone pelo Ministério da Saúde em capitais brasileiras mostra que 12, 9% dos homens e 2,5% das mulheres admitem dirigir depois de consumir bebidas alcoólicas.


Em 2013, um ano depois da criação da Lei Seca, os índices entre o público masculino haviam caído para 9,4% e das mulheres, para 1,6%.


“É preciso verificar se a tendência de aumento se confirma. Mas talvez o número possa indicar a necessidade de maior monitoramento da lei”, afirmou a coordenadora geral de alimentação e nutrição Michele Lessa.


O ministro da Saúde, Ricardo Barros, observou que o brasileiro está bebendo mais. Um estudo do sistema de vigilância do ministério, Vigitel, revela que, ano passado, duas em cada 10 pessoas entrevistadas admitiram a ingestão excessiva de bebida alcoólica.


Para mulheres, isso significa o consumo de quatro doses ou mais de bebidas por vez. No caso de homens, o excesso é caracterizado pelo consumo de 5 doses ou mais. Em 2006, o consumo excessivo era indicado por 15,7% dos entrevistados.


O aumento ocorre em ambos os sexos. O ministro da Saúde, Ricardo Barros, no entanto, chamou a atenção para a expansão do problema entre mulheres. Em 2006, 7,8% referiam consumo abusivo de bebida alcoólica. Esse porcentual agora é de 12,1%.


“É um aumento de 50%. Não é desprezível. Mostra que as mulheres estão mais na cervejinha”, disse Barros.


Entre o público masculino, o consumo abusivo passou de 25% para 27,3%.


Barros afirmou ser necessário reforçar as campanhas de prevenção contra o que ele define como “vícios tolerados pela sociedade.” “A gente precisa insistir nisso. A campanha contra o tabagismo foi muito eficiente ao longo do tempo, se reduziu muito o número de fumantes. A de álcool não”, comparou.


Fonte: Estadão Conteúdo (com adaptações)

000-A-Banner WhatsAppecontatos-RadioEldorado

Vida Nossa de Cada Dia
Produção de Spots