1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Pelo quarto ano consecutivo, Odebrecht Agroindustrial fecha safra com crescimento

Por Marcelo Justo 03 Abril 2017 Publicado em Agricultura
Votao
(0 votos)
Lido 1512 vezes
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa Reprodução

A Odebrecht Agroindustrial encerrará a safra 2016/2017 com um avanço na geração de caixa na ordem de 70% a 80% sobre o período anterior, quando a receita líquida foi de RS 3,7 bilhões.


De acordo com Luiz de Mendonça, presidente da empresa, a geração de caixa já financia os investimentos da companhia e é o quarto ano consecutivo que a empresa fecha a safra com resultado positivo.


Durante este período, a Odebrecht Agroindustrial obteve uma produção recorde de 690 milhões de litros de etanol anidro e 590 mil toneladas de açúcar. Atingiu também a maior exportação de energia elétrica, com 2,2 mil GWh. A produção de etanol hidratado ficou em 1,280 bilhão de litros e a moagem total foi de 28,6 milhões de toneladas.


O resultado se deve ao ganho de escala e produtividade conquistado nos últimos anos, à reestruturação da dívida – que deu fôlego na gestão de caixa no curto prazo e também para novos investimentos – e ainda a novas estratégias de mercado, como o programa Parceiros Mais Fortes, que busca viabilizar a expansão das áreas plantadas com custos competitivos e qualidade na operação.


Hoje o programa já conta com 31 parceiros agrícolas, cuja produção nessa safra foi de 6,3 milhões de toneladas de cana, o que representa 23% do total da moagem da empresa no período e um crescimento de 28% na comparação com a safra 2015/2016.


“O programa é uma excelente fórmula para aumentarmos nossa produtividade. Esperamos atingir, em cerca de quatro anos, a nossa capacidade máxima de moagem instalada, que é de 37 milhões de toneladas”, explica Mendonça.


Outro destaque da safra foi a melhora significativa na qualidade da matéria-prima, com a cana com maior concentração de açúcar. A empresa também aponta um melhor rendimento de colheita por colhedora, e o plantio de 60 mil hectares, sendo 7 mil hectares de expansão.


Outros números relevantes estão na área social. A Odebrecht Agroindustrial investiu R$ 6,5 milhões em capacitação de seus integrantes durante a safra.


O Programa Acreditar Jr teve o início de 12 turmas, com 257 jovens participantes nos quatro estados em que a empresa está presente. O Programa Acreditar também teve 12 turmas durante o ciclo, com 198 participantes.


Desde sua fundação, a Odebrecht Agroindustrial já desenvolveu 72 projetos sociais por meio do programa Energia Social, com investimento de R$ 21 milhões e mais de 140 mil beneficiados.


Para a próxima safra, a empresa investirá mais de R$ 400 milhões e projeta moer 30 milhões de toneladas de cana.


Saiba mais
A Odebrecht Agroindustrial atua de forma integrada na produção de etanol, açúcar e energia elétrica. A empresa tem capacidade de produzir 3 bilhões de litros de etanol, 700 mil toneladas de açúcar e 3,1 mil Gwh/ano de energia elétrica a partir da cana-de-açúcar. Consolida seis polos produtivos, localizados nos estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.


Rádio Eldorado, com informações CDN – Comunicação Corporativa/Marina Wodewotzky

000-A-Banner WhatsAppecontatos-RadioEldorado