1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

PF faz ação em Goiás para combater pornografia infantil na internet

Por Marcelo Justo 09 Fevereiro 2017 Publicado em Polícia
Votao
(0 votos)
Lido 414 vezes
Operação Prevenir Operação Prevenir Reprodução/TV Anhanguera

A Polícia Federal (PF) realiza nesta quarta-feira (08/02) uma operação para combater o compartilhamento e a publicação de pornografia infantil na internet em Goiás.


Segundo a corporação, durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, cinco pessoas acabaram presas em flagrante, sendo um idoso de 66 anos e o seu filho, de 38 anos. Além deles, outros três homens também foram detidos com fotos e vídeos de crianças, a partir de 3 anos, nuas ou em cenas de sexo.


Denominada Operação Prevenir, a ação foi realizada na capital, em Aparecida de Goiânia e Senador Canedo, na Região Metropolitana.


De acordo com a PF, a investigação durou quatro meses e visa identificar os usuários que compartilhavam materiais pornográficos.


A pena por compartilhamento desse tipo de material pode chegar a seis anos de prisão. Já o crime de posse prevê até quatro anos de reclusão.


Segundo o delegado Adriano Tarouco, responsável pelo caso na Delegacia de Defesa Institucional da PF, em duas das casas nada foi encontrado. Mesmo assim, foi recolhido material para aprofundar as investigações.


Ainda segundo Tarouco, dos cinco presos, apenas o homem de 38 anos era divorciado. Todos os outros eram casados e alguns, inclusive, tinham filhos.


“Nos computadores foram encontradas as fotos e vídeos das crianças, algumas de 3 anos, nuas ou em cenas de sexo. As esposas não sabiam do envolvimento deles com esses crimes”, ressaltou.


O idoso deve responder por posse e compartilhamento de pornografia infantil na internet.


O delegado pontuou ainda que a pena prevista é de seis anos de prisão e não há possibilidade de fiança.


Já em relação aos outros quatro presos, eles devem responder por posse, com pena prevista de quatro anos de reclusão.


Dois deles já pagaram fiança, cujo valor não foi revelado, e foram liberados. Os demais continuavam detidos na sede da PF, em Goiânia.


Fonte: G1 Goiás (com adaptações)

000-A-Banner WhatsAppecontatos-RadioEldorado

FAMP
Produção de Spots
camara-em-destaque
Vida Nossa de Cada Dia