1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

2ª etapa da campanha de vacinação contra aftosa começa em novembro, em Goiás

Por Marcelo Justo 26 Outubro 2016 Publicado em Agricultura
Votao
(0 votos)
Lido 365 vezes
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa Reprodução

A Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) realiza no período de 1º a 30 de novembro, a segunda etapa da Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa.


Nesta etapa, todos os bovinos e bubalinos com até 24 meses devem ser vacinados, sendo aproximadamente 10 milhões de cabeças de um rebanho estimado em cerca de 21 milhões em todo o Estado.


O presidente da Agrodefesa, Antenor Nogueira, chama a atenção para a novidade a partir dessa etapa: a obrigatoriedade da emissão da nota fiscal eletrônica mediante a compra de vacinas contra a aftosa, a brucelose, doenças aviárias e a raiva. “Por meio da nota fiscal eletrônica será possível saber se a quantidade de vacinais vendidas será compatível com a quantidade de bovinos vacinados”, afirma o presidente. Os dados do comércio serão repassados online pela Secretaria da Fazenda (Sefaz) à Agência.


No site da Agrodefesa, em Sanidade Animal, o produtor encontrará o link Etapa de Vacinação para impressão do formulário de Declaração de Vacinação do rebanho, que também pode ser feita online, desde que a nota fiscal da compra da vacina seja eletrônica e com emissão no Estado de Goiás. Segundo o gerente de Sanidade Animal, Antônio Leal, em qualquer dos casos, o documento deverá ser enviado à Agrodefesa até cinco dias corridos após o encerramento da etapa.


O criador que não imunizar seus animais durante o período da campanha terá de fazer a vacinação assistida por fiscal estadual agropecuário e ainda pagar multa de R$ 7 por cabeça. Em caso de reincidência, o valor dobra. A Agrodefesa alerta ainda para a proibição de leilões presenciais ou virtuais nos dias 31 de outubro e 1º de novembro. Durante o período da campanha, qualquer animal para ser movimentado no Estado precisa estar vacinado respeitando-se o período de carência da vacina: 15 dias para animais com uma vacinação ou primovacinados, sete dias para animais com duas vacinações.


Simultaneamente, neste mês de novembro ocorrerá a vacinação contra a raiva dos herbívoros. Conforme Antonio Leal, também devem ser vacinados contra a doença todos os bovinos, bubalinos, ovinos, caprinos e equídeos com idade até 12 meses nos 119 municípios considerados de alto risco para a doença. A lista com os nomes das localidades e mais detalhes sobre ambas vacinações estão no site da Agrodefesa.


Fonte: Goiás Agora (com adaptações)

000-A-Banner WhatsAppecontatos-RadioEldorado