1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Um homem foi preso ontem (19) vendendo DVDs e CDs piratas. Ele foi pego às margens da BR-364, no trevo de Portelândia e estava com 883 DVDs e 17 CDs falsificados.

Os soldados Silva e Ronaldo, da 7ª CIPM, realizaram a detenção em flagrante. De acordo com os policiais, o homem é de Rondonópolis (MT) e estava em seu veículo (um ford fiesta sedan vermelho) realizando a venda na rua.

K2_PUBLISHED_IN Polícia

A Polícia Militar de Mineiros (7ª CIPM) realizou ontem (19) uma operação para apreender supostos traficantes de drogas. A polícia foi ao local, uma boate e uma residência no bairro São João, com mandado judicial a cumprir.

De acordo com informações levantadas pela polícia, o proprietário da boate, estaria envolvido no tráfico de drogas junto com sua mulher e mais dois homens. Um deles era sócio e o outro fazia a distribuição dos entorpecentes em Mineiros.

Durante a busca na residência e na casa noturna, várias pessoas já conhecidas pela polícia como usuários de drogas apareceram ao local. A PM realizou a detenção da mulher e dos comparsas do tráfico: o sócio e o distribuidor.

Além de duas balanças de precisão, os soldados Alexandre, Marcos, Jorge e Ailton, também acharam cocaína, crack e maconha. Munições calibre 38, rádio amador, câmeras digitais e vários celulares também foram apreendidos, entre outros objetos que estariam sendo empregados no tráfico.

K2_PUBLISHED_IN Mineiros

Uma operação policial deflagrada hoje (15) em Jataí apreende drogas, balança de precisão, armas, dinheiro, filmadoras, celulares, veículos, entre outros objetos oriundos do tráfico de drogas. 

A operação, batizada de 'Mãos Dadas', está sendo realizada pelas polícias Militar de Jataí, polícias Civis de Aporé, Rio Verde e Jataí. Os 69 policiais que participam da operação, já cumpriram vários mandatos até o momento. Quatro pessoas foram detidas. 

De acordo com os policiais, a operação continuará no presídio local, com revistas e mais mandatos a serem efetivados. 

Confira o balanço parcial das apreensões:

700 - gramas de crack
60 - gramas de cocaína
26 - Celulares
2 - filmadoras
1 - Balança de Precisão
1 - Notebook
1 - GPS
1 - Revolver 38
1 - Espingarda 28
1 - Espingarda 4.5 chumbinho
17 - munições
1 - Carro
1 - Moto
4 - pessoas apreendidas
Aproximadamente R$5 mil

Rádio Eldorado, com informações do site plantaodepoliciajti.blogspot.com

K2_PUBLISHED_IN Polícia

A Polícia Militar (PM) de Chapadão do Céu (GO) prendeu no final da tarde da última terça-feira (6), Vilcimar Miranda Abreu e Wesley de Oliveira Farias, que praticaram no mesmo dia, um roubo a um caminhão que vinha de Alto Taquari (MT).

Os dois estavam em um Gol e abordaram o caminhão próximo ao Distrito da Baús, cerca de 10km de Costa Rica (MS). Vilcimar, que estava armado com um revólver calibre 32, efetuou quatro disparos contra o veículo onde estavam Gilvan Bueno de Camargo, 27 anos e Júnior Luiz da Silva, 30 anos. Os tiros acertaram a porta e o baú do caminhão.

Júnior, que estava ao volante, parou o caminhão, Vilcimar e Wesley entraram no interior do veículo e roubaram mais de R$ 5 mil. Eles ainda levaram de Gilvan a quantia de R$ 700 e fugiram rumo a Chapadão do Céu, onde foram abordados e presos pela PM daquele município, que contou com o apoio da equipe da Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais de Mato Grosso do Sul (Cigcoe).

Roubo forjado
A história parece de um roubo comum, no entanto, as contradições nos depoimentos, que levaram a Polícia Civil de Costa Rica (MS) a suspeitar de Júnior Luiz da Silva, que acabou confessando que é comparsa de Vilcimar e Wesley e que planejou no domingo (4) o roubo.

Júnior é funcionário da empresa Chap Frios de Chapadão do Sul (MS) e é Amigo de Vilcimar, que já tem passagem na polícia por furto. Os dois mais Wesley começaram a trocar informações e armaram para forjar um roubo, que deu certo mas teve um final fracassado.

Júnior repassou a Wesley e Vilcimar informações sigilosas da empresa para facilitar a ação, como valores transportados, quantidade de mercadoria e dias e horários que eram feitas as cargas. Os três foram autuados em flagrante por roubo qualificado e estão presos na polícia civil de Costa Rica, a disposição da justiça.

Fonte: jornal O Correio News

K2_PUBLISHED_IN Polícia

O Corpo de Bombeiros (CB) de Mineiros atendeu ontem (2), por volta das 19h30, um homem que havia sido esfaqueado no Setor Taninho. O homem, com ferimento no tórax, foi encaminhado ao Hospital São Lucas. Ao chegar ao hospital, o CB recebeu outra ocorrência, um tanto inusitada: tiveram que voltar ao mesmo local para socorrer um outro homem esfaqueado.

Segundo informações da Polícia Militar (PM) de Mineiros, que também registrou a ocorrência, os dois homens estavam em um bar jogando sinuca apostado. Eles se desentenderam durante as partidas e foram embora depois da desavença.

O homem que o CB resgatou por último teria ido à casa do colega de sinuca pedir desculpas e, num ato de covardia, esfaqueou por trás o peito do companheiro. Por sua vez, mesmo ferido, o homem ainda desferiu um golpe de faca no rosto do agressor, que fugiu do local e se escondeu num matagal na região, sendo socorrido horas depois.

A primeira vítima só não morreu porque a faca não atingiu orgãos vitais. Já o segundo foi esfaqueado em região próxima à orelha, e não corre risco.

K2_PUBLISHED_IN Mineiros

Aproximadamente 50 pessoas registraram ocorrência na Polícia Civil nesta segunda-feira (28) contra um grupo de estelionatários que agia em Rio Verde, a 232 km de Goiânia. Segundo a Polícia Civil, os criminosos chegaram à cidade na última semana divulgando cerca de 300 vagas de emprego. Eles recolheram cópias de documentos pessoais dos candidatos, a carteira de trabalho original e R$ 20 para realizar um exame médico. De acordo com a polícia, eles sumiram com os pertences no sábado (26), dia em que aconteceria a efetivação dos candidatos.

Segundo a Polícia Civil, para atender a população a empresa utilizou um espaço cedido pela prefeitura da cidade. O secretário de comunicação de Rio Verde, Cairo Fagundes, informou ao G1 nesta segunda-feira que antes de ceder o local consultou o CNPJ da empresa e ele estava ativo desde 2003. A prefeitura informou ainda que nenhum valor foi cobrado e não houve nenhum contrato para fechar o acordo.

A empresa que teve o nome utilizado pelos criminosos é de São Paulo e informou ao G1 que não atua fora do estado. Segundo a administração, a unidade nunca teve problemas desse tipo e vai aguardar uma resposta da Polícia Civil.

Investigações
De acordo com a delegada Jaqueline Camargo Machado, até a tarde desta segunda-feira cerca de 50 pessoas haviam registrado ocorrência, mas a suspeitas é de que outras várias tenham sido vítimas do golpe. Segundo ela, ainda não há suspeita sobre a autoria do crime e as únicas informações são que duas pessoas atenderam os candidatos.

A primeira providência é registrar ocorrência de roubo dos documentos pessoais das pessoas. “Eles podem querer vender esses documentos para outras pessoas usarem os dados. Então para evitar isso estamos registrando as ocorrências”, afirma.

O próximo passo, segundo a delegada, é conseguir imagens dos circuitos internos de segurança dos locais onde o grupo esteve e conseguir os documentos que eles tenham utilizado na prefeitura, no hotel e na rádio local, que divulgou as vagas.

Fonte: G1 Goiás

 

 

K2_PUBLISHED_IN Região

Dois crimes de intensa crueldade contra duas mulheres foram registrados em Mineiros no início da semana. Em um dos casos, a vítima levou um chute no olho e uma facada no tórax. No outro, diversos golpes com uma barra de ferro foram desferidos contra a cabeça da vítima até o desmaio.

Os crimes foram registrados na 7ª CIPM. De acordo com a polícia, a primeira ocorrência trata-se de uma briga de casal, entre Adriana da Silva e Adriano Nascimento. Depois de terem ingerido muitas bebidas alcoólicas, Adriano teria ficado com ciumes de Adriana e cometido o crime. Adriana foi conduzida ao Hospital Nossa Senhora de Fátima. Ela não corre risco de morte. Adriano fugiu do local em uma moto.

Já no segundo caso, a vítima foi Katiuscia Pereira. Quando a polícia chegou no local do crime, Katiuscia já estava estendida no chão. De acordo com a vítima e testemunhas, Adriano, ex-amasio de Katiuscia, teria dado fechada no carro da vítima. Ao descerem do carro, Adriano teria desferido vários golpes com uma barra de ferro na cabeça de Katiuscia até desmaiar. Antes de fugir, Adriano ainda teria feito ameaça de morte. Katiuscia foi conduzida pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Municipal de Mineiros.

 

 

K2_PUBLISHED_IN Mineiros

Após conseguir habeas corpus na sexta-feira (11), Tiago Alves Ferreira de Assis, filho do ex-vereador Carlone Alves de Assis, se entregou ontem (18) à polícia de Jataí. Tiago estava foragido há cerca de dois meses. Ele é acusado de ter atropelado o engenheiro agrônomo Rafael Barzotto, 26 anos, e agredido fisicamente a namorada do engenheiro na madrugada do dia 18 de setembro.

A ocorrência foi registrada após uma festa em clube da região, na BR-158. Tiago e Rafael teriam discutido no clube e, após a saída de ambos do local, teriam trocado desaforos com seus carros em movimento na rodovia. Após pararem em trecho da pista, Tiago teria espancado e atropelado Rafael. A namorada de Rafael também não ficou ilesa. O acusado também teria a agredido. 

Tiago afirma que apenas se defendeu após Rafael ter quebrado o para-brisas de sua caminhonete com o punho.

Fonte: Rádio Eldorado, com informações da TV Rio Claro de Jataí

 

 

K2_PUBLISHED_IN Polícia

Vagner Oliveira Lima, de 40 anos, foi preso por volta das 4 horas desta quinta-feira (17), numa fazenda a 110 quilometros de Alcinópolis. Segundo o delegado Camilo Cavalheiro Kettenhuber, Lima confessou ter matado Sebastião Nazarett Lopes, de 48 anos, na noite de domingo (13), numa residência no centro de Alcinópolis, cerca de 204 Km de Mineiros.

Para golpear a cabeça da vítima, o autor usou uma enxada, pedaços de um banco de madeira e tijolos. A Polícia Civil investigava o caso desde a manhã desta quarta-feira (16), quando o corpo foi encontrado em adiantado estado de putrefação.

De acordo com o delegado, Lima confessou que matou Lopes por conta de dívidas. Há cerca de um mês, a vítima teria alugado um quarto no valor de R$ 120,00 o autor. Mesmo com o valor pago, Lopes não permitiu que Lima ficasse no imóvel, mas também não fez a devolução do dinheiro.

No decorrer da semana passada, a vítima teria vendido um cachorro que pertencia a ex-convivente, sem a autorização da mesma, no valor de R$ 30,00 para o autor. Ao saber do acontecido, a mulher foi em busca do cachorro e o pegou de volta. Então, na noite do último domingo, Lima foi até casa de Lopes para ter o reembolso do valor pago pelo cachorro. Se recusando a devolver a quantia, os dois entraram discussão e em luta corporal.

Conforme Kettenhuber, o autor contou com frieza detalhadamente como matou Lopes, não demonstrando estar arrependido em nenhum momento. Lima já tem passagem pela polícia, também por homicídio. O delegado irá pedir a prisão preventiva do autor, que será transferido para a cadeia pública de Coxim e, provavelmente, deve ir a júri popular.

Fonte: O Correio News

 

K2_PUBLISHED_IN Região

A menina de 3 anos que foi vítima de tentativa de homicídio e de abuso sexual por parte do padrasto no sábado (12), em Nerópolis, a 30 km de Goiânia, morreu às 14h55 desta quarta-feira (16). Ela estava internada no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

O conselheiro tutelar de Nerópolis, Onofre França, disse que a avó da menina passou mal e foi internada às pressas depois de receber a notícia da morte da neta. “A mãe da menina também está em choque. Ela não diz coisa com coisa. Foi até difícil compreendê-la”, afirma.


O suspeito foi preso no sábado, depois que a mãe da menina, que vivia com ele há oito meses, encontrou a filha machucada e a levou ao hospital. Segundo a polícia, a mulher deixou a filha com o companheiro para ir trabalhar.

O padrasto prestou depoimento na segunda-feira (14) na delegacia da cidade e, de acordo com o delegado titular da delegacia de Nerópolis, Mozart Machado, os laudos médicos comprovam o crime. O suspeito está preso na cadeia pública de Nerópolis e, segundo Mozart, ele será autuado por homicídio e estupro de vulnerável. Se condenado ele pode pegar até 30 anos de prisão.

K2_PUBLISHED_IN Estado